Coronavírus

CORONAVÍRUS: Costureiras do samba atuam em confecção de capotes descartáveis para rede pública de saúde

O Município vai fornecer a matéria-prima, além de máscaras e álcool em gel para as costureiras

Por Redação Tupi

Foto: Divulgação

A Prefeitura do Rio acertou uma parceria com as costureiras das escolas de samba Unidos de Padre Miguel e Unidos de Vila Isabel – para a confecção de capotes descartáveis a profissionais de saúde da rede municipal.

Para se ter uma ideia, só no Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, que é a unidade de referência para tratamento da Covid-19, chegam a ser utilizados por dia 2 mil desses capotes – que são parte dos equipamentos de proteção individual. Por ser um material descartável, é necessária a reposição constante dos estoques.

O Município vai fornecer a matéria-prima, além de máscaras e álcool em gel para que as costureiras façam a proteção e higienização das mãos antes de manusear o tecido.

A Unidos de Padre Miguel já recebeu parte do material neste sábado. Foram 18 rolos, (que equivale a cerca de 2 mil metros) de TNT, que é o tecido indicado pelo Ministério da Saúde para a confecção dessas vestimentas. As costureiras da escola já começam a produção neste domingo (05/04) e, já na segunda-feira (06/04), vão entregar à Prefeitura a primeira remessa de capotes para distribuição em suas unidades.

A Prefeitura recebeu uma doação do tecido de uma empresa privada, e já na Segunda-feira vai entregar esse material para o barracão da Unidos de Vila Isabel, que vai disponibilizar da mão de obra de seis costureiras.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »