Coronavírus

Crivella afirma que declaração de Bolsonaro não quis desprezar vidas

Prefeito do Rio classificou o presidente como "generoso" e disse que entendeu o ponto de vista do chefe do Poder Executivo.

Foto: Bárbara Mello/Super Rádio Tupi

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, minimizou nesta quarta-feira (29) a declaração feita pelo presidente Jair Bolsonaro na última terça (28), na qual ele diz ser Messias – em referência a um dos seus nomes – mas que não faz milagre. Para Crivella, a intenção do presidente não foi desprezar vidas.

“O que o presidente às vezes é mal interpretado é nesse desejo que ele tem que a vida volte ao normal. Há um desejo enorme de todo o povo brasileiro de voltar ao trabalho”, disse.

O prefeito classificou Bolsonaro como “generoso” e disse que entendeu o ponto de vista do chefe do Poder Executivo.

“Eu sei que o presidente da república tem essas angústias todas. Eu e o Bolsonaro temos a mesma idade. Eu garanto pra vocês: talvez seja um dos brasileiros mais generosos que existe. Esse discurso que o presidente tem é de motivar a todos e plantar esperança no coração. Pode ter certeza que não temos manifestação do presidente no sentido de desprezar a vida das pessoas”, completou Crivella.

Na última terça-feira, Bolsonaro deu uma declaração que foi alvo de críticas no meio político. Ao ser questionado sobre o número de mortos por coronavírus no Brasil ter ultrapassado o da China, o presidente respondeu o seguinte: “E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê? Eu sou Messias, mas não faço milagre”.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
29 de Novembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Domingo Show
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
08:00 - Show do Heleno Rotay
22:00 - Giro Esportivo
11:00 - Samba Social Clube
12:00 - Bola em Jogo
06:00 - Ele & Ela
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »