Coronavírus

Donald Trump sugere que estados reabram economia

Para o presidente estadunidense, a paralisação prolongada pode ser profundamente prejudicial ao país

Por Redação Tupi

Para o presidente estadunidense, a paralisação prolongada pode ser profundamente prejudicial ao país
(Foto: Reprodução)

Na última quinta-feira, durante seu pronunciamento diário sobre o coronavírus, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, propôs diretrizes aos governadores para retomar a economia em três etapas. O líder estadunidense alegou que paralisação prolongada pode ser profundamente prejudicial à economia e à sociedade estadunidense.

De acordo com Trump, o processo de reabertura só poderá ser iniciado pelos estados após apresentarem uma “trajetória descendente” de 14 dias nos casos registrados da Covid-19. Haverá ainda a exigência de que os hospitais tenham um “programa robusto”, que inclua testes de anticorpos para profissionais de saúde, além da criação de locais de triagem e exame para quem tiver sintomas.

Ainda segundo Trump, o plano de retomada da economia é de responsabilidade das autoridades estaduais, que deverão também lidar com surtos se os casos de Covid-19 aumentarem novamente.

“Não estamos abrindo todos de uma vez, mas a um passo cuidadoso de cada vez”, frisou Trump. “Uma interrupção prolongada, combinada com uma depressão econômica forçada, infligiria uma imensa e abrangente perda à saúde pública”, destacou o presidente dos Estados Unidos, ressaltando ainda que isso poderia ocasionar aumento expressivo no abuso de drogas, no consumo excessivo de álcool, nos casos de suicídio e  nas ocorrências de doenças cardíacas.

Etapas do processo de reabertura

Na primeira fase, as diretrizes estabelecem que grupos de mais de dez  pessoas devem ser evitados, caso as medidas de distanciamento apropriadas não forem adotadas. As viagens não essenciais devem ser minimizadas, o teletrabalho deve ser incentivado e as áreas comuns nos escritórios, fechadas. As escolas permanecem sem funcionar, mas locais como cinemas, restaurantes, estádios e locais de culto podem ser abertos com protocolos rígidos de distanciamento físico.

Ainda nessa primeira etapa de reabertura, os hospitais podem retomar as cirurgias eletivas, que são críticas para seus fluxos de receita, e as academias podem reabrir com novos protocolos. Já os bares devem continuar fechados.

Na segunda fase, aplicável a estados e regiões sem indícios de uma nova onda de casos da Covid-19, as diretrizes recomendam que grupos com mais de 50 pessoas sejam evitados quando o distanciamento social não for cumprido. As viagens não essenciais podem ser retomadas nesse período, enquanto as escolas e os acampamentos para jovens podem ser reativados. Os bares podem reabrir, desde que com “ocupação diminuída no salão principal”.

Na fase três, é previsto pessoal irrestrito em locais de trabalho.

Fronteira com Canadá

Enquanto os Estados Unidos começam a desenhar sua reabertura, o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, resolveu estender “por um período de tempo significativo” as  restrições na fronteira do Canadá com o país estadunidense. A decisão permite a circulação comercial ao longo da fronteira, mas proíbe as viagens não essenciais. “Daqui em diante se dará uma atenção especial a este relacionamento. Mas, ao mesmo tempo, sabemos que ainda existe um período de tempo significativo antes de podermos falar em afrouxar tais restrições”, declarou Trudeau, nesta sexta-feira.

Comentários
enquete

Quem deve ser beneficiado com o paredão falso no BBB21?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
08 de Março de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Radar Tupi
« Programa Anterior
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »