Coronavírus

Ex-ministro de Bolsonaro recebe aviso de sanção do Twitter após publicar fake news sobre isolamento

Em postagem, Osmar Terra afirmou que "a quarentena aumenta o número de casos do coronavírus", contradizendo informação oficial da OMS

Por Redação Tupi

Em postagem, Osmar Terra afirmou que “a quarentena aumenta o número de casos do coronavírus”, contradizendo informação oficial da OMS
(Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

Uma postagem feita pelo deputado federal e ex-ministro da Cidadania Osmar Terra (MDB-RS) recebeu um aviso de sanção do Twitter, no último sábado. Na postagem em questão, o parlamentar afirmava que ” a quarentena aumenta o número de casos do coronavírus”, informação essa contrária as fornecidas pelo Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde (OMS).

“Insisto que a quarentena aumenta os casos do coronavírus. A curva da epidemia nos países que a adotaram mostra isso. Isso porque o contágio se transfere da rua para dentro de casa e fica mais fácil”, escreveu o ex-ministro de Bolsonaro no tuíte. Por meio de comunicado, o Twitter justificou a sanção na postagem alegando que “anunciou recentemente em todo o mundo a expansão de suas regras para abranger conteúdos que forem eventualmente contra informações de saúde pública orientadas por fontes oficiais e possam colocar as pessoas em maior risco de transmitir Covid-19”.

“Entre as medidas que podemos tomar em caso de violação a essas regras está a aplicação do aviso de interesse público nos casos em que líderes violam nossas diretrizes específicas”, dizia o texto da empresa ainda. “À medida que a pandemia evolui, queremos garantir que estamos usando nosso aviso para manter um registro público, oferecendo às pessoas mais contexto sobre o que seus líderes estão dizendo e garantindo que eles sejam capazes de se responsabilizar por seus comportamentos”, encerrava a nota.

Além de Terra, o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) também teve duas publicações da sua conta oficial apagadas, na semana passada, por violarem as regras da plataforma. O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos – RJ), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL -SP), o ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles (Novo), e o pastor evangélico Silas Malafaia foram outras personalidades a terem postagens retiradas do ar por disseminarem informações falsas sobre o novo coronavírus.

Confira a publicação de Osmar Terra abaixo:

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
29 de Novembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Domingo Show
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
08:00 - Show do Heleno Rotay
22:00 - Giro Esportivo
11:00 - Samba Social Clube
12:00 - Bola em Jogo
06:00 - Ele & Ela
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »