Coronavírus

Quartos para pessoas em situação de rua são inaugurados no Sambódromo

Por Bárbara Mello

 

Foto: Divulgação

A prefeitura do Rio apresentou na manhã desta segunda-feira (30/3), os quartos que estão sendo montados no Sambódromo para acolher moradores em situação de rua, durante o período de afastamento social em virtude da pandemia causada pelo novo coronavírus. O novo abrigo vai receber, ao longo do dia, os primeiros 60 homens adultos. A expectativa é acolher cerca de 400 pessoas nas instalações adaptadas e equipadas com beliches, roupas de cama e material de higiene.

O prefeito Marcello Crivella, ao lado da secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, Tia Ju, apresentou os dormitórios distribuídos em oito salas de aula das três escolas municipais que funcionam sob as arquibancadas da Marquês de Sapucaí.

“Esse ponto no Sambódromo vai ser um local para abrigar o pessoal que vive nas ruas, com prioridade para os idosos, mulheres grávidas e com crianças. Aqui, eles vão encontrar alimentação, limpeza e abrigo”, destacou o prefeito.

Ao longo do dia, equipes da Prefeitura receberão os primeiros grupos de moradores que ficarão em afastamento social durante a pandemia. Cada quarto tem sete camas, cômodas e dois ventiladores.  Equipes de abordagem da Secretaria estão fazendo contato com os moradores de rua da cidade. De acordo com o Prefeito, os militares atuarão com a Guarda Municipal para a desinfecção dos quartos e também durante acolhimento do pessoal, principalmente daqueles que apresentarem os sintomas do novo coronavírus.

No Sambódromo, os abrigados receberão material de higiene pessoal e terão, além de local para dormir, estrutura para fazerem três refeições diárias. Desde a última sexta-feira (27), a Prefeitura acolheu cerca de 250 moradores em situação de rua em seus abrigos espalhados pela cidade.

“Providenciamos colchões, lençóis, roupa limpa, tudo para que a gente possa receber essa população e que eles façam sua higiene, que eles tenham alimentação de qualidade, possam estar com sua imunidade preparada” frizou a secretária Tia Ju.

A Secretaria de Infraestrutura, Habitação e Conservação vai adaptar containers para que sirvam de banheiros para a higienização dos acolhidos.  A estrutura do Sambódromo foi dividida em três áreas: a primeira está preparada para receber 128 homens adultos. A segunda terá 144 vagas disponíveis para mães com crianças, gestantes e mulheres. Já a terceira terá capacidade para até 120 idosos.

Durante a semana passada, o Sambódromo recebeu a equipe da Comlurb, que finalizou o processo de higienização dos locais que servirão de acomodações. Equipes da Rioluz e Rio-Águas também estiveram no local e realizaram as adaptações necessárias na parte hidráulica, com a instalação de chuveiros e pias. Em parceria com a Prefeitura, as Forças Armadas farão o trabalho de descontaminação dos abrigos.

Sobre as unidades que servirão como ponto de acolhimento dos infectados pela covid-19, o prefeito do Rio destacou que, além do Hospital Ronaldo Gazolla, de Acari, que é referência nesses casos, a cidade também conta com outros hospitais de campanha, como o que está sendo montado no RioCentro.  Crivella ainda informou que agora há uma terceira unidade, ainda sem confirmação de local, que vai contar com apoio do Hospital de Triagem.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
08 de Agosto de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Clóvis Monteiro
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
10:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Samba Social Clube
15:00 - Show da Galera
21:00 - Show de Bola
12:00 - Patrulha da Cidade
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »