Destaques

Bandidos ligados à maior facção criminosa do Rio vendem uniforme personalizado do tráfico

Nas redes sociais, são comercializados casacos e calças da “Tropa do Mel”, em referência a Wilton Carlos Rabello Quintanilha, o 'Abelha'

Por Amanda Ribeiro

Traficantes da maior facção criminosa do Estado do Rio de Janeiro estão vendendo uniformes personalizados. Em publicações nas redes sociais, bandidos do Complexo da Penha, na Zona Norte, comercializam casacos e calças com a frase “Tropa do Mel”, em referência a Wilton Carlos Rabello Quintanilha, o ‘Abelha’, um dos chefões do crime e considerado de alta periculosidade pela polícia.

Os criminosos prometem entrega rápida do produto e afirmam que os compradores ganharão um cupom para concorrer a uma viagem para a Inglaterra.

Em páginas do Twitter, há relatos sobre o desaparecimento de um jovem após circular usando a camisa da “Tropa do Mel” próximo ao Morro do São Carlos, favela de facção rival.

‘Abelha’ é o criminoso filmado por câmeras de segurança, em 2021, apertando a mão do então secretário da Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP), Raphael Montenegro. As imagens são de 27 de julho, imediatamente depois de Abelha deixar o presídio Vicente Piragibe, no Complexo de Bangu, irregularmente. 

Time de futebol

Em Janeiro deste ano, uma camisa de futebol com o desenho de um zangão e a inscrição ‘Pablo Vive’ passou a ser usada até por moradores da comunidade. O time é uma homenagem ao filho de  ‘Abelha’, Pablo Rabello, que morreu em confronto com a polícia no Complexo da Penha, em 2019.

Pablo Rabello possuía anotações criminais por tráfico. Abelha estava preso e não acompanhou o enterro.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
06 de Maio de 2022 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Patrulha da Cidade
« Programa Anterior
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »