Destaques

Dossiê Mulher: 78 mulheres foram vítimas de feminicídio em 2020

Pesquisa é realizada pelo Instituto de Segurança Pública há 16 anos

Por Tatiana Campbell

violência contra a mulher
Foto: Reprodução

O Instituto de Segurança Pública divulgou nesta segunda-feira (18) mais um Dossiê Mulher. Em 2020, 78 mulheres foram vítimas de feminicídio no Estado do Rio. Destas, 54 eram mães e 34 tinham filhos menores de idade. Cerca de 20% desses crimes foram presenciados pelos filhos. O Dossiê Mulher é produzido há 16 anos.

Somente em 2020, foram realizados 71.183 registros de ocorrência nas delegacias referentes à violência contra a mulher, uma redução de 21,1% em relação a 2019. A queda, porém, é vista por Marcela Ortiz, diretora-presidente do ISP, como influência da pandemia.

“Os crimes de violência doméstica eles estão mais sujeitos a subnotificação. Em 2020, ela [a mulher] teve que lidar com fatores ligados à pandemia como, por exemplo, a dificuldade de se deslocar para a delegacia para fazer o registro com medo de ser contaminada. Além disso, ela foi obrigada a ficar confinada na sua residência com o seu agressor, que pode controlá-la durante todo o tempo, então certamente isso pode ter contribuído para a diminuição do número de registros de ocorrência”.

Segundo o Dossiê Mulher, os companheiros ou ex-companheiros representam a maioria dos autores dos crimes, com 78,2% dos casos. Quase 75% das mulheres foram mortas dentro de casa.

Com relação aos descumprimentos de medidas protetivas, o ISP incluiu esse dado de forma inédita. Nove das 78 vítimas de feminicídio tinha o benefício contra o agressor, mas 80% delas não denunciou às autoridades o descumprimento.

A pesquisa mostrou ainda que 98 mil mulheres foram vítimas de violência doméstica e familiar no Estado do Rio, ou seja, 270 mulheres sofreram algum tipo de violência por dia em 2020. A maior parte das vítimas tinha entre 30 e 59 anos. A exceção é a violência sexual, em que as vítimas eram crianças de até 11 anos.

As mulheres negras continuaram sendo as mais vitimadas em todos os tipos de violência.

Os dados mostraram que a cada 5 minutos, aproximadamente, uma mulher foi vítima de alguma violência. Se for colocar a cada 24 horas, 91 mulheres sofreram lesão corporal dolosa, 83 foram vítimas de ameaça, 53 mulheres sofreram injúria e 11 foram estupradas.

Durante a divulgação do Dossiê Mulher, o  governador Cláudio Castro informou que irá investir R$ 5 milhões nos Centros Especializados de Atendimento à Mulher.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
30 de Novembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Patrulha da Cidade
« Programa Anterior
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »