Brasil

Campos Neto diz que desemprego tende a continuar elevado

Última pesquisa do IBGE informa que o desemprego chegou a 14,4%, atingindo 13,8 milhões de pessoas

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Reprodução/Agencia Brasil)

O Brasil deve conviver com uma taxa de desemprego elevada por algum tempo a após a pandemia da Covid-19, segundo o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. Ele explicou que o novo coronavírus acelerou o uso da tecnologia e disse que, por isso, nem todos os profissionais tiveram tempo de se preparar para o novo mercado de trabalho.

Porém, avisou que o Brasil não tem espaço fiscal para lançar programas sociais com foco nesses desempregados, como outros países devem fazer. A última pesquisa do IBGE informa que o desemprego chegou a 14,4%, atingindo 13,8 milhões de pessoas, mas analistas apontam que a taxa ainda vai crescer, podendo ir a 16%.

Roberto Campos Neto acrescentou ainda que a saída da crise tende a ser mais inclusiva, com governos de todo o mundo reforçando políticas sociais para atender à população mais pobre e aos desempregados. Porém, alertou que, no Brasil, a dívida pública vai saltar para quase 100% do PIB este ano por conta dos gastos já realizados no enfrentamento da Covid-19.

 

 

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
04 de Dezembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Antônio Carlos
« Programa Anterior
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »