Brasil

Conta de luz deve subir 15% a partir do próximo mês da bandeira vermelha

Dez dias com maior geração de energia por termelétricas na História do Brasil foram registrados em junho deste ano

Por Marcos Antonio de Jesus

Imagem de inauguração de termelétrica com a presença de Jair Bolsonaro
(Foto: Alan Santos/PR)

O valor cobrado na bandeira vermelha 2, o patamar mais alto do sistema de tarifa extra de energia, deve subir mais de 60%. Com isso, a conta de luz pode ficar pelo menos 15% mais cara a partir de julho. A estimativa é da Fundação Getúlio Vargas, que avalia ainda que esse custo maior da energia elétrica pode provocar um aumento de 0,60 ponto percentual na inflação mensal.

Hoje, são cobrados R$ 1,34 a cada cem quilowatts-hora (kWh) consumidos na bandeira amarela; R$ 4,16 na bandeira vermelha 1 e R$ 6,24 na bandeira vermelha 2. Na bandeira verde não há cobrança adicional. Pelos cálculos da Aneel, o novo valor da bandeira vermelha 2 deve ser de cerca de R$ 10.

Os dez dias com maior geração de energia por termelétricas na História do Brasil foram registrados em junho deste ano, de acordo com dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico, o ONS.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
30 de Julho de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Mário Belisário
« Programa Anterior
06:00 - Show do Antônio Carlos
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »