Economia

Fim de ano traz otimismo para comércio e indústria

Diversos setores da economia esperam aumento da demanda com a chegada do período de festas de final de ano e férias de verão

Por Victor Yemba

(Foto: Divulgação)

Final do ano se aproxima e com ele vem pagamento do 13º salário, as festas de fim de ano e férias, um clima de otimismo perfeito para os setores de comércio e indústria, o que se reflete em novas frentes de negócios para diversas áreas. Lojistas das grandes capitais do país esperam aumento das vendas para o fim do ano e apontam que bom preço deve ser fator decisivo na hora da compra. 

O ano de 2020 não está sendo dos melhores, mas a proximidade do Natal, ano novo e férias de verão prometem aquecer as vendas dos mais variados setores. Por incrível que pareça, a expectativa está ainda maior este ano, mesmo com a pandemia.

A Matrix Intercom, empresa de importação e exportação de roupas e utensílios para o lar, dos empresários Leandro e Leonardo Martins de Almeida, espera que as vendas alcancem patamares entre 10% a 15% maiores que o mesmo período do ano passado. “A retomada é gradual, mas indústria, comércio e serviços devem se preparar para as vendas de fim de ano. E nossa empresa está preparada, com estoques bem abastecidos, e batendo recordes de vendas. Teremos um balanço positivo em 2020. Além do esperado! Com volume grande de vendas e de fechamento de bons negócios”, destaca Leandro Martins. 

(Foto: Ricardo Amaral/ Divulgação)

Em agosto, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o comércio manteve o vigor registrado nos meses anteriores, e fechou com alta de 3,4%. O indicador, que já havia retomado em julho as perdas da pandemia, vem se recuperando à medida que são eliminadas as restrições à abertura de lojas no país, afirmam especialistas do IBGE. Ainda assim, no acumulado do ano, registra queda de 0,9%. 

Os CEOs da Matrix Intercom, Leandro e Leonardo Martins de Almeida, destacam que a empresa vem registrando rápida recuperação e prevê crescimento de 30% em novos pedidos de mercadorias somente nos meses de novembro e dezembro. “O mercado está reaquecendo. Novembro está sendo um mês diferente e notamos que o número de pedidos dobrou”, destacam os dois.

(Foto: Ricardo Amaral/ Divulgação)

Essa projeção otimista é o ingrediente necessário para lojistas apostarem em novos produtos e abastecer o estoque, se preparando para um sucesso de vendas entre Natal e Reveillon. A pesquisa ainda destaca que o comércio já está acima do patamar de fevereiro, superando as perdas da pandemia.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
02 de Dezembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »