Economia

FMI Deseja maior apoio fiscal no Brasil no ano que vem

Em economias onde o espaço fiscal é uma restrição, uma nova priorização dos gastos pode ser justificada

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Divulgação)

O Fundo Monetário Internacional alertou que a crise do coronavírus não passou e afirmou que a concessão de apoio maior que o projetado no ano que vem é bom para o Brasil, mas citou uma nova priorização de despesas como medida a ser tomada nos países com espaço fiscal restrito.

Em documento divulgado nesta segunda-feira, sobre o crescimento pós-Covid para o G-20, o FMI afirmou que um apoio maior que o atualmente projetado é desejável em algumas economias como por exemplo: Brasil, México, Reino Unido e Estados Unidos, em vista das grandes quedas no nível de emprego e contrações fiscais projetadas.

Em economias onde o espaço fiscal é uma restrição, uma nova priorização dos gastos pode ser justificada. “Para todas as economias, será importante monitorar cuidadosamente os desenvolvimentos econômicos e de saúde pública para garantir que o apoio não seja retirado rápido demais, mas mantido durante a crise”, completou a entidade.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
26 de Novembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Antônio Carlos
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »