Economia

Pesquisa mostra que brasileiros passaram a se endividar para comprar mantimentos em 2020

Com a alta de desemprego, a compra de itens básicos está entre os top três motivos de inadimplência

Por Redação Tupi

Com a alta de desemprego, a compra de itens básicos está entre os top três motivos de inadimplência
(Foto: Reprodução)

A Serasa, em parceria com a Blend New Reserch, divulgou nesta segunda-feira (14) um estudo sobre o perfil do endividamento dos brasileiros neste ano e concluiu que, com a pandemia e a alta taxa de desemprego, o consumidor passou a se endividar para manter despesas básicas como mantimentos e contas de luz, água e aluguel.

Tal atitude também é observada em como o auxílio emergencial foi utilizado: 64% dos usuários usaram ou pretendem usar o valor para despesas domésticas. Outro fator que corrobora com essa descoberta é que mesmo com o período de lockdown no país, o que diminuiu e limitou as opções de gastos, o cartão de crédito ainda liderou o ranking de dívidas, um indicativo de que o recurso tem possivelmente sido utilizado para compras essenciais.

Mesmo o desemprego tendo ficado estável como maior motivo de endividamento quando comparado ao ano anterior, a suspensão ou alteração do contrato de trabalho pode ter afetado a capacidade financeira da população. “Quando a renda do brasileiro é cortada, seja em partes ou por completo, o cartão de crédito é o primeiro recurso para manter compras cotidianas, mesmo que isso possa se tornar uma dívida futuramente”, afirmou a gerente de marketing da Serasa, Matheus Moura.

Outro fator relevante é que, apesar de estarmos no meio de uma pandemia, em 2020, o endividamento com gastos de saúde não está entre os mais citados como motivo da dívida, diferentemente de 2018 e 2019.

(Foto: Divulgação/Serasa)

A pesquisa também aponta que oportunidades de limpar o nome, ficar livre das dívidas e voltar a ter crédito no mercado são o que interessa para o consumidor. Tendo como maiores motivos para renegociar uma dívida ter o “nome limpo” (54%) e se deparar com uma ótima oferta para quitar o débito (24%), a Serasa tem investido em ações que apoiem o consumidor nessa jornada. Um exemplo é o Feirão Serasa Limpa Nome, que tem ofertas agressivas, com mais de 50 empresas de diversos setores que chegam a 99% de desconto.

O 26º Feirão Serasa Limpa Nome acontece até 21 de dezembro, em todas as plataformas oficiais da empresa disponibilizando mais de 64 milhões de débitos com ofertas diferenciadas. Desde o início dessa edição, já foram mais de 4 milhões de dívidas negociadas.

Comentários

enquete

A chuva que atingiu o Rio causou estragos no seu bairro?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
13 de Maio de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »