Conecte-se conosco

Brasil

Renner afirma que não negociou com Hacker

Segundo o comunicado, as lojas permaneceram abertas e operando durante todo o tempo desde o ataque,

Publicado

em

Lojas Renner. Foto: Divulgação
Lojas Renner. Foto: Divulgação
Lojas Renner. Foto: Divulgação

Lojas Renner. Foto: Divulgação

As Lojas Renner afirmaram, em comunicado divulgado nesta terça-feira que não houve pagamento de resgate após o ataque cibernético ocorrido na quinta-feira da semana passada. Na nota, a varejista afirma que “não fez contato com os autores do ataque, tampouco negociou ou fez pagamento de resgate de qualquer espécie”.

Ela também reiterou que os principais bancos de dados permanecem preservados. Também informou que todos os sistemas prioritários já estão operacionais. Segundo o comunicado, as lojas permaneceram abertas e operando durante todo o tempo desde o ataque, com indisponibilidade de apenas alguns processos por algumas horas da quinta-feira, dia do ataque.

Além da página da loja de vestuário, as da Camicado (loja de itens para o lar) e Ashua (marca de moda plus size), que também integra o grupo, ficaram indisponíveis na semana passada.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *