Conecte-se conosco

Entretenimento

Animação ‘Meu Tio José’ compete na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

Dirigido por Ducca Rios, com voz original de Wagner Moura, Tonico Pereira e Lorena Comparato, longa-metragem baseado em fatos reais estreia em um dos principais e mais antigos festivais do cinema nacional

Publicado

em

Filme Meu Tio José
(Foto: Divulgação)
Filme Meu Tio José

(Foto: Divulgação)

O filme “Meu Tio José” será apresentado pela primeira vez no Brasil, na 45ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, um dos festivais mais antigos de cinema do país.

Depois de uma estreia de sucesso no maior e mais importante festival de animação do mundo, o Festival Internacional de Cinema e Animação de Annecy, na França, o filme terá sessões presenciais com votação popular, nos dias 23 e 24 de outubro, na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.

O diretor Ducca Rios contou, em entrevista exclusiva para a Super Rádio Tupi, sobre a expectativa, tanto do longa-metragem, quanto da importância de estar em festivais importantes pelo mundo. “É uma grande honra falar sobre esse longa com a Rádio Tupi. O filme é muito especial pra mim porque é o meu primeiro longa em animação. Logo de cara, recebemos essa boa notícia de que seríamos finalista na categoria Contrechamp,  no festival mais importante da animação mundial, o de Annecy, na França. Estamos em 7 festivais, no total”, contou o diretor.

(Foto: Divulgação)

Ducca contou também da honra de estar na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.  “É muito especial pra mim, pois foi o primeiro lugar que nos acolheu quando começamos a trabalhar com animação. Meu primeiro curta foi ‘A Bruxinha Lili’, em 2008. Voltar agora com o meu primeiro longa metragem, na Mostra, é muito especial, e ainda mais que é a estreia do filme no Brasil. É um grande evento que existe há mais de 40 anos. É um patrimônio nosso, do cinema nacional”, afirmou Ducca Rios.

O longa conta com a voz original de Wagner Moura, Tonico Pereira e Lorena Comparato, e será baseado em fatos reais. A animação conta o assassinato de José Sebastião Rios de Moura, membro do grupo de esquerda “Dissidência da Guanabara”, que se responsabilizou pelo sequestro do embaixador americano Charles Burke Elbrick, em 1969, durante a ditadura.

Na trilha sonora, cinco canções de Chico Buarque se apresentam desconstruídas e em versões totalmente instrumentais., são elas: “Roda Viva”, “Construção”, “Deus lhe pague”, “O que será” e “Apesar de você”.

Assista o trailer abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=ZoLOq7j_3r4

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *