Entretenimento

Arte indígena invade casas brasileiras como decoração e moda e vira tendência nas ruas

Colorida e estilosa, moda é composta por diversos elementos carregados de simbologias antigas e sabedorias sagradas

Por Redação Tupi

Arte indígena
Arte indígena invade as casas brasileiras como decoração e moda vira tendência nas ruas (Foto: Divulgação)

Imagine ter em casa um item que além de ter um design exclusivo e de imensa beleza, também conta uma história e simbolizam força, cultura e tradição?

Assim pode ser descrita a arte da marca Amor Guarani, com peças trabalhadas artesanalmente com técnicas herdadas de geração em geração e cheias de representatividade.

A Engenheira especializada em Moda Cultural, Lorena Marin Caruso, da raça Guarani, explica como surgiu a ideia de transformar em moda e tendência suas origens: “Amor Guarani” é a união do design moderno com o conhecimento ancestral da história de nossos povos indígenas. Isso nos permitiu criar produtos únicos e colaborar com a preservação de nossa cultura, porque todos nós temos a capacidade de abraçar uma vida mais sustentável.”, ela explica.

Arte indígena
Arte indígena invade as casas brasileiras como decoração e moda vira tendência nas ruas (Foto: Divulgação)

Lorena conta ainda que há uma ancestralidade conectada por trás de cada um dos produtos como a história dos próprios artesãos. “A história da minha existência sempre esteve ligada ao mundo da moda, cresci com a minha mãe, numa fábrica onde ela costurava. Por ser descendente de indígenas, essa arte ancestral sempre esteve presente em minha vida. Tornei-me designer profissional, e sou uma apaixonada pelas nossas origens.”, complementa.

Quando inserida na decoração de interiores, a arte indígena propõe compreender que embora haja linguagem plástica e apelo estético com beleza ímpar, sua essência evidencia os valores presentes na tradição e na alma de cada mão que trabalha nas peças.

Nas casas é possível se encantar com diferentes objetos de artesanato.

Bastante rica e completa, cada matéria prima, seja ela a fibra vegetal, as sementes, penas, argila e madeira; ou conceitual, constitui criativamente as figuras de animais ou seres sobrenaturais da floresta.

Trata-se de uma ampla experimentação de formas, cores, elementos naturais e técnicas artesanais de trançado, entalhe, escultura e pintura junto a propósitos espirituais conferem à arte indígena um caráter exclusivo e diferenciador étnico.

Cestarias, máscaras, artigos têxteis, cerâmicas e móveis fora dos contextos tribais mostram que o patrimônio cultural do índio se mantém vivo e ressignificado como arte decorativa dotada de valor histórico.

Obras de madeira e coquares para serem colocados na parede que espelham e preservam a proximidade com a riqueza da natureza.

Enquanto isso, pelas ruas, estilo que transborda através de roupas e adornos antes usados em em momentos de festividades ou em rituais de luta, e deixam qualquer look mais estiloso e poderoso.

Para a designer esse é um legado de vida: “Nosso estilo sofisticado, busca resolver espaços com aconchego e conforto, e a cada viagem para Milão e outras cidades onde me especializo e transformo em criações cada inspiração”.

 



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
17 de Outubro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Pedro Augusto
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
10:00 - Show do Heleno Rotay
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Bola em Jogo
20:00 - Conexão Tupi
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »