Entretenimento

Bienal do Livro passa por mudanças e traz o papel infantil para frente da feira

Ana Maria Machado e Ruth Rocha são as autoras homenageadas

Por Marcelo Antônio

A edição da Bienal do Livro 2019 começa no dia 30 de agosto e vai até 8 de setembro. Na manhã desta terça-feira, na Zona Sul do Rio, foram apresentadas novidades desta edição. Ana Maria Machado e Ruth Rocha são as autoras homenageadas.

Durante a entrevista, o presidente do Sindicato Nacional de Editores de Livro (SNEL), Marcos Veiga Pereira, revelou que a parte infantil da feira recebeu um novo tratamento.

“Fizemos uma grande pesquisa com o público. A Bienal é tão diversa e que atinge o público totalmente diferente. E trouxemos uma repaginada, identidade visual, e fizemos uma grande mudança estrutural, trazendo o papel infantil para frente. Assim, as crianças e famílias vão poder acessar a área destinada para elas imediatamente. Responsamos também várias atividades culturais. A nossa ideia é que o livro é transformador da sociedade. A gente está tão necessitado de esperança, crescimento e a leitura faz parte disso. Durante 10 dias vamos colocar o Rio em foco, porque a Bienal repercute no Brasil inteiro”, disse Marcos Veiga Pereira.

Para a edição de 2019, a Bienal do Livro terá 112 mil crianças escritas na atividade escolares. Sendo 52 mil alunos de escolas públicas, superando os 33 mil da última.

O Canal Bienal será inaugurado e vai transmitir tudo o que acontecer na feira. O Japão foi escolhido como país homenageado em 2019. O Café literário terá 24 mesas. Martinho da Vila e Elza Soares serão convidados de uma mesa.

Rosane Svartman, uma das curadoras da Bienal e dramaturga, comentou que algumas cenas da novela “Bom Sucesso”, da TV Globo, serão filmadas na Bienal.

Aluna da Vila Cruzeiro ganha concurso de redação

A organização também falou do projeto Bienal nas escolas, parceria com a secretaria municipal de Educação do Rio. A escritora Talita Rebouças visitou uma escola da rede e fez um concurso literário, elegendo a melhor redação. “Confissões de uma quase adulta, lésbica e ansiosa” foi o texto que ganhou. A autora foi Ludmila, de uma escola da Vila Cruzeiro, no Complexo da Maré.

“Foi muito emocionante promover um concurso de literatura baseado nas minhas obras. Fui na escola na Vila Cruzeiro e vi o local todo lindo. Fazia muito tempo que não visitava escolas”, afirmou Talita.

Comentários
enquete

Os homens devem experimentar ser 'donos de casa' para ver o trabalho que dá?
Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
19 de Setembro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
17:00 - Show do Apolinho
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »