Conecte-se conosco

Entretenimento

Cantor famoso se arrepende de ter apoio a Moro e Lava Jato: ‘Mordi minha língua’

Não houve isenção, e eu me oponho à falta de isenção". Disse o cantor

Publicado

em

Foto: reprodução (instagram)

Dinho Ouro Preto, de 58 anos, vocalista da banda Capital Inicial, confessou o arrependimento em ter apoiado o ex-juiz e ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro e a Operação Lava Jato. “Mordi minha língua”.

Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo o cantor desabafou, “Eu via a Lava Jato como uma operação independente, que alcançaria todos os políticos, mas virou perseguição ao PT. Mais tarde, o cara ainda virou ministro da Justiça justamente da pessoa beneficiada pela Lava Jato. Não houve isenção, e eu me oponho à falta de isenção”.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *