Celebridades

Baluarte da Mangueira morre de Covid-19

Nelson Sargento estava internado desde a última sexta-feira (21), no Instituto Nacional de Câncer (INCA)

Por Redação Tupi

Nelson Sargento com seu violão
(Foto: Reprodução/Instagram)

O cantor e compositor Nelson Sargento, de 96 anos, morreu na manhã desta quinta-feira (27), vítima de complicações da Covid-19. Ele estava internado desde a última sexta-feira (21), no Instituto Nacional de Câncer (INCA), com um quadro de desidratação, anorexia e significativa queda do estado geral. Ao chegar na unidade, o músico foi submetido a um teste para Covid-19, que teve resultado positivo.

O baluarte da Estação Primeira de Mangueira foi levado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital no último sábado (22), depois de apresentar piora do padrão ventilatório e hipertensão, sendo necessário o auxílio de máscara de oxigênio para manter a respiração. Porém, a situação clínica continuou crítica e sofreu um agravamento, e a família do cantor, autorizou a intubação do sambista na tarde desta quarta-feira (26).

Nelson Sargento era paciente do INCA desde 2005, quando foi diagnosticado com câncer de próstata, que já foi tratado. Ele chegou a recebeu as duas doses da vacina contra a Covid-19 em fevereiro deste ano.

Além de compositor e cantor, Nelson Sargento, era pesquisador da música popular brasileira, artista plástico, ator e escritor brasileiro, e também baluarte e presidente de honra da Estação Primeira de Mangueira. Sua trajetória na música, na literatura e nas artes são suficientes para vários carnavais.



Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
15 de Junho de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »