Celebridades

Genro de Edir Macedo se revolta com Lívia Andrade e exige pedido de desculpas

Apresentadora do SBT disseminou uma fake news sobre a venda de "álcool em gel ungido de Deus", associada à Igreja Universal

Por Redação Tupi

Apresentadora do SBT disseminou uma fake news sobre a venda de “álcool em gel ungido de Deus”, associada à Igreja Universal
(Foto: Reprodução/Montagem Super Rádio Tupi)

O bispo Renato Cardoso, genro de Edir Macedo, usou o espaço do programa “Inteligência e Fé”, que comanda nas madrugadas da Record TV, para exigir um pedido de desculpas, “da forma correta”, por parte da apresentadora Lívia Andrade. Segundo Cardoso, ela teria propagado uma fake news, ao vivo no “Fofocalizando”, do SBT, ao afirma que líderes religiosos estariam vendendo “álcool em gel ungido de Deus” para proteção contra o novo coronavírus.

“Essa semana, uma apresentadora do SBT divulgou, disseminou uma notícia falsa a nosso respeito, uma notícia rolando na internet que ela trouxe para os seus telespectadores”, iniciou o marido de Cristiane Cardoso. Em seguida, foram exibidas imagens de Lívia na atração do SBT, falando a respeito de pastores, com uma grande tarja escrita “fake news” sobre o rosto dela.

No vídeo reproduzido no programa religioso, Lívia aparece em um trecho dizendo: “Infelizmente, nós temos imagens de líderes religiosos que usam esse momento difícil para ganhar muito dinheiro. Eu cheguei a ver que uma das igrejas tá vendendo álcool em gel ungido por 500 reais. Isso é real, eu vi essa imagem e estou chocada”. Na sequência, as imagens são cortadas e a câmera volta para o estúdio.

“O que nos surpreende é que uma pessoa que está à frente de um programa de televisão passaria essa informação adiante, sem verificar, para induzir os seus telespectadores ao erro e manchar a imagem de uma instituição tão séria no Brasil”, comenta Cardoso, antes da gravação voltar a ser exibida. Na continuação, Lívia prossegue: “Tenho muita fé, independente da religião, eu sou a pessoa mais liberal, e eu acho que a gente tem que fazer isso mesmo de rezar, orar, fazer prece, meditação, só que se você frequenta esses lugares, para pra pensar nesse nesse momento. Não se deixe levar pelo desespero, por essa energia desse pânico. 500 reais um álcool gel, gente? Pelo amor de Deus”.

Em seguida, no vídeo, Lívia perguntou para a colega de programa Chris Flores, ex-contratada da Record TV, qual era a opinião dela sobre o assunto. “O Deus que eu conheço é o Deus do amor, que quer ver todo mundo bem. E você pode estar em qualquer lugar para se conectar com aquele líder espiritual, com aquela figura que você tem como referência do que te trouxe paz. E um líder de verdade não vai te pedir para ir para um lugar fechado para você ficar doente. Quem ama o próximo não vai te pedir isso, vai te pedir para ficar em casa e que se cuide”, respondeu Flores.

Novamente a gravação foi pausada e o bispo da Universal tomou a palavra. “É triste que a Chris Flores, que eu conheço há tanto tempo, que já trabalhou aqui na Record, que nos conhece, que conhece a Universal, perdeu a oportunidade de desbancar essa notícia falsa da Lívia Andrade. Triste, eu esperava mais de você, Chris, porque você conhece o bispo (Edir) Macedo, você conhece o trabalho sério da Universal”, alegou Cardoso.

O vídeo é retomado e mostra, dessa vez, Lívia se retratando sobre a notícia no dia seguinte da primeira declaração. “Ontem eu disse aqui que líderes religiosos estavam querendo ganhar dinheiro no meio dessa pandemia do coronavírus. Mesmo sem citar nomes ou instituições religiosas, algumas pessoas se sentiram ofendidas. Eu quero pedir desculpas pra essas pessoas que se sentiram ofendidas. O mais importante é a gente ficar junto nessa luta contra o coronavírus. E continuar tendo cuidado, sim, com essa galera que tenta ganhar dinheiro em cima da fé das pessoas”, declarou a contratada de Sílvio Santos.

Sem aceitar o pedido de desculpas, Cardoso novamente pausou a filmagem e exigiu: “Bom, Lívia, obrigada pela sua meia desculpa. Porque você não reconheceu seu erro, você não reconheceu que espalhou fake news, uma notícia sem verificar”. “Você pediu desculpas às pessoas que se sentiram ofendidas, mas não pediu desculpas à Universal, não pediu desculpas aos pastores da Universal, que foram os principais manchados com essa fake news”, disparou na sequência.

“Talvez isso tenha servido para você refletir melhor lá na frente. Eu sei que pessoas públicas que apresentam programas às vezes são induzidas ao erro, mas é muito importante a gente rever os nossos conceitos e preconceitos. E sempre verificar a fonte da informação, isso é o básico para quem está na televisão”, concluiu Renato Cardoso.

Confira abaixo o vídeo completo da fala de Renato Cardoso no programa ‘Inteligência e Fé’:

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Abril de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »