Conecte-se conosco

Celebridades

Stênio Garcia afirma ter sido demitido da Globo através de mensagem no celular

Ator veterano ainda alegou ter sido vítima de "perseguição" por parte de diretor da emissora

Publicado

em

(Foto: Reprodução/TV Globo)

Após ficar oito anos sem ser escalado para fazer um personagem fixo em nenhuma obra, o ator Stênio Garcia foi demitido da Globo em março de 2020. Na época, de acordo com o artista, ele foi informado sobre o seu desligamento da emissora carioca por meio de uma mensagem no WhatsApp.

“Acho uma pena, porque me sinto com fôlego ainda para trabalhar algum tempo. Eu gostava de trabalhar na emissora. Não tinha a menor noção de que teria uma perseguição individual sobre isso, só soube depois”, relatou Stênio Garcia em entrevista ao site Notícias da TV.

Segundo o ator veterano, o responsável pela “perseguição” seria o ex-diretor de Dramaturgia da Globo Sílvio de Abreu. “Foi por uma razão meio boba. Minha mulher tinha falado mal do Silvio de Abreu no Instagram. Eu acho que qualquer pessoa que interfira no processo de trabalho de alguém não é bom, foi péssimo. Ele não é muito bom-caráter, não”, alegou o artista.

Outra razão que justificaria a “perseguição” seria uma antiga desavença entre os dois, motivada pelo relacionamento que Stênio teve com a também atriz Cleyde Yáconis (1923-2013), grande amiga de Sílvio. “Se ele procura tirar medidas sobre a pessoa que está trabalhando ao lado dele, não é boa pessoa, não quero confabular nada sobre ele. Descobri depois que ele misturou coisas pessoais com profissionais, isso não gosto, não. Ridículo”, detonou o ator.

No entanto, também em entrevista ao site Notícias da TV, Sílvio de Abreu fez questão de desmentir qualquer “perseguição” da parte dele com Stênio. “Essa história é completamente falsa. Nunca aconteceu. Primeiro porque não cabia a mim contratar ou dispensar quem quer que fosse, esse trabalho era do RH. Eu nunca fui consultado sobre a dispensa do senhor Stenio Garcia, e ele nunca me procurou enquanto eu estava no cargo para me pedir nada ou falar que tinha recebido aviso de dispensa”, garantiu.

“Nunca tive nem tenho nada contra o excelente ator Stênio Garcia, dono de uma carreira brilhante no teatro, no cinema e na televisão brasileira e lamento profundamente que um talento tão grande desça tão baixo para acusar com uma calúnia descabida um profissional que sempre admirou e respeitou o seu talento”, completou ainda o ex-ditetor de dramaturgia da Globo.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.