Entretenimento

‘Continuarei dando minhas braçadas, mas agora fora das piscinas’ diz Daniel Dias no programa ‘Cidinha Livre’

Nadador falou sobre os jogos de Tóquio, em plena pandemia, e também da criação do Instituto Daniel Dias

Por Redação Tupi

Daniel Dias
Daniel Dias (Foto: Reprodução)

O medalhista paralímpico Daniel de Faria Dias participou, nesta quarta-feira (15), do quadro “Como Vai Você”, do programa “Cidinha Livre”, da Super Rádio Tupi. O nadador, que compete nas classes S5 e SM5 em competições paralímpicas conversou com Cidinha Campos sobre os jogos de Tóquio.

Danioel Dias
Daniel Dias (Foto: Reprodução)

Ao todo, durante toda a carreira, o atleta conquistou 27 medalhas, sendo três de bronze nos jogos de Tóquio. Nos jogos de Pequim, em 2008, ele ganhou 9 medalhas, sendo 4 de ouro, 4 de prata e uma de bronze.

Daniel encerrou a carreira, durante a prova dos 50m livres da classe S5, em quarto lugar, com o tempo de 32s12. Ele se consagrou como o maior medalhista paralímpico brasileiro.

“Gostaria de agradecer a Deus pelo dom que me deu, por tudo que me deu no esporte. Obrigado. A palavra é gratidão. É difícil conseguir falar. Espero que muitas crianças, com deficiência ou sem, estejam vendo e assistindo. Acreditem no sonho de vocês. A deficiência não define quem somos. Gratidão é o principal sentimento agora”. falou ele na ocasião.

Durante a entrevista, o atleta também revelou a criação do Instituto Daniel Dias, para acompanhar o desenvolvimento de novos atletas. “Estarei a frente desse projeto, cuidando do esporte de outra maneira. Eu até tenho brincado dizendo que continuarei dando minhas braçadas, mas agora fora das piscinas, ajudando a fomentar o esporte paralímpico brasileiro”, revelou Daniel.

Confira a entrevista completa abaixo:



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
26 de Setembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Conexão Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »