Celebridades

DJ Thiago Araújo se destaca ao dar oportunidades de emprego para comunidade LGBTQIA+

Artista e empresário se tornou referência e tem 70% de sua equipe inclusa na diversidade

Por Victor Yemba

DJ Thiago Araújo
DJ Thiago Araújo se destaca ao dar oportunidades de emprego para comunidade LGBTQIA+ (Divulgação)

Segundo o STJ (Superior Tribunal de Justiça), a comunidade LGBTQIA+ é formada por 18 milhões de brasileiros. Thiago Araújo é um deles. Aos 34 anos, o DJ carioca entendeu que poderia aliar a representatividade de sua comunidade à indústria do entretenimento.

Jornalista de formação, Thiago começou a promover festas e, das festas, vieram os bares. Com o público da comunidade estabelecido, o empresário viu a oportunidade de investir em uma outra ramificação de entretenimento para a comunidade: os bares gays no estilo bar-balada, com cardápio de drinks e comidas, música e espaço para dançar, formato que já era bastante comum nos Estados Unidos, mas que não existia no Rio de Janeiro.

“Se já estão fazendo, eu penso em outro caminho”, afirma o DJ que está sempre em busca de inovação.

Em 2019 foi inaugurado o ‘Pink Flamingo’, o espaço foi sucesso imediato, casa cheia todas as noites e com um retorno financeiro que logo cobriu o investimento e começou a dar lucro. Então, em outubro de 2020, Thiago inaugurou o segundo estabelecimento, o ‘Black Cat’, no mesmo formato, mas com alguns serviços a mais. O segundo empreendimento ultrapassou todas as expectativas apresentando ótimos resultados de público e faturamento, o que levou à inauguração de um terceiro espaço, em maio deste ano, o ‘QG’. Nessa nova opção da noite gay carioca acontecem festas temáticas, além disso, o cardápio de comidas do ‘QG’ é mais robusto, lá o cliente pode chegar mais cedo, jantar e depois estender a noite na pista de dança.

“O faturamento anual supera os 3 milhões de reais”, afirma Thiago sobre os dois primeiros bares, ‘Pink Flamingo’ e ‘Black Cat”. Sobre o retorno financeiro do bar mais recente, o ‘QG’, o empresário traz boas notícias e é otimista: “Desde o primeiro mês o custo de operação é pago só com o faturamento, mas a expectativa é de que o lucro chegue ainda em 2021!”.

Mesmo com os bares funcionando em capacidade reduzida devido à pandemia, Thiago teve “casa cheia” em todas as noites que abriram nos três espaços.

Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a taxa de desemprego entre a população LGBTQIA+ é de 21,6%, número bem acima da média nacional, de 14,7%. Diante desse cenário, Thiago passou a empregar 35 colaboradores como ‘CLT’ e outros vários pontuais. Ao todo são por volta de 100 pessoas atualmente trabalhando para as diversas frentes de negócios: online, bares e estúdio. O empresário fala com orgulho que 70% da equipe é formada por pessoas LGBTQIA+ e que 100% do elenco artístico, como Drags e outros, são também parte da comunidade.

“Vamos continuar celebrando a diversidade! Ser LGBTQIA+ já coloca a pessoa um passo à frente para fazer parte da equipe de colaboradores da empresa. De uma maneira geral, as dificuldades da comunidade continuam as mesmas, mas temos de mostrar que existimos e fazemos parte da sociedade como todo mundo, e que agora as pessoas estão mais conscientes de que o diferente é legal”.

DJ Thiago Araújo
DJ Thiago Araújo (Foto: Gabi Netto/ Divulgação)


recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
30 de Novembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Cristiano Santos
« Programa Anterior
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »