Entretenimento

Fafá de Belém comemora início do ‘Círio’ e recebe convidados na ‘Varanda de Nazaré’

Nomes como a escritora Djamila Ribeiro, o ator Paulo Vieira, a chef Kátia Barbosa, a ex-jogadora de vôlei Virna e a jornalista Glenda Kozlowski, estiveram no evento

Por Victor Yemba

Fafá de Belém
Fafá de Belém comemora início do ‘Círio’ e recebe convidados na ‘Varanda de Nazaré’ (Foto: Aryanne Almeida/ Divulgação)

Fafá de Belém já celebra o Círio de Nazaré. Há 11 anos, a cantora criou a Varanda de Nazaré, espaço para receber convidados ilustres de todo o Brasil e mostrar a maior festa de fé em torno de Nossa Senhora de Nazaré.

Em 2021, nomes como a escritora Djamila Ribeiro, o ator Paulo Vieira, a chef Kátia Barbosa, a ex-jogadora de vôlei Virna, a jornalista Glenda Kozlowski, a apresentadora Carol Costa, a presidente do MAM de São Paulo, Elizabeth Machado e Jacira Santana, mãe do ex-BBB, Gil do Vigor já estão em Belém desde quinta-feira (7), para aproveitar a atmosfera de fé que acontece nestes dias de outubro.

 

Na tarde de quinta-feira (7), os convidados foram almoçar no restaurante Rusty, na Ilha das Onças, um dos lugares turísticos mais interessantes de Belém. Ao chegarem no local, foram recebidos por Fafá, que emocionada, fez um belo discurso de boas-vindas. “Nós vivemos aqui, vivemos daqui. Essa é a nossa vida, a nossa cultura. Quando pensei em fazer a Varanda para falar do Círio de Nazaré, minha ideia fundamental era trazer pessoas para entenderem a gente. A nossa fé é feliz, ela agrega”, ressaltou.

Segundo a cantora, todos estão na procissão, independentemente de qualquer religião: “Mesmo quem não tem religião”. A preocupação com o futuro da Amazônia também teve forte importância em sua fala: “Conto com vocês para falarem dessa terra. Se nós estivermos juntos, não vamos ver a destruição dessa floresta. Nossos caboclos e ribeirinhos precisam saber da importância deles. Fala-se muito em índio e Amazônia porque dá ibope. Mas ninguém está lá dentro para saber das comunidades indígenas, das comunidades amazônicas e o que é essa Amazônia”, enfatizou Fafá.

Kátia Barbosa, claro, ressaltou a culinária do Pará. “Fico bem impressionada. A gente tenta reproduzir no Rio de Janeiro e não é igual. Não adianta! O caranguejo aqui é muito mais especial. O peixe é super fresco, não tem nem cheiro de peixe”, brincou a chef.

“Não é a minha primeira, nem a segunda vez em Belém. E com certeza, não será a última”.

A cantora Mariana Belém, filha de Fafá, não poderia faltar no grupo: “Não nasci em Belém, mas adoraria ter nascido aqui. Meu primeiro contato com sabores e cheiros foi aqui. Desde sempre, vivo muito a cultura do Pará como se fosse a minha. Fico feliz não só de estar aqui, mas poder mostrar para outras pessoas o que é Belém. Todos os meus amigos que vieram para cá, querem voltar na época do Círio”.

Para Mariana, não é possível explicar o Círio: “Só conseguimos mostrar o que acontece aqui, quando a pessoa vivencia esses dias”.

À noite, todos foram para o show de Fafá de Belém no Theatro da Paz, um dos locais culturais mais bonitos do Brasil, construído no Século XIX. Para sua volta aos palcos com presença do público, a cantora criou o show “Foi Assim”.

Na apresentação, com músicas dos compositores paraenses Paulo André e Ruy Barata, Fafá se emocionou, falou de seu começo na carreira e encantou a plateia que a todo o momento cantava junto com ela. Além disso, a cantora homenageou o músico Sebastião Tapajós, ícone da cultura do Pará, que faleceu no último dia 02.

“Ela é uma força da natureza”, exclamou Glenda Koslowski. “Maravilhosa, que voz, que presença! Mulher incrível”, se derramou Virna. Djamila Ribeiro, Paulo Vieira e Carol Costa concordaram sobre as impressões do show: “Que apresentação linda! Tocante!”. Jacira Santana ficou visivelmente emocionada com o espetáculo. Já Fafá, encerrou o show no clima que dá o tom de Belém do Pará nestes dias: “Feliz Círio! Viva Nossa Senhora de Nazaré!”.

A programação da Varanda do Círio continua até domingo com a realização de um sarau comandado por Fafá de Belém, a participação no Círio Fluvial, a realização da live Fafá Peregrina e o Rito de Fé, que acontece no domingo. Vale reforçar que, ainda sob as normas de segurança por conta da pandemia, a festa em torno de Nossa Senhora de Nazaré não contará com a tradicional procissão, que reúne mais de dois milhões de pessoas nesta época do ano. No entanto, outras ações que costumam acontecer durante o Círio e não promovem aglomerações, retornaram às atividades com público reduzido, como o show no Theatro da Paz, por exemplo. Todos os convidados para a Varanda de Nazaré foram testados previamente e estão com as duas doses da vacina contra a COVID.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
26 de Outubro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »