Esportes

Alexandre Campello retira a candidatura e diz que compra de Benítez dependerá também do novo presidente

Atual dirigente deseja processo eleitoral isento e quer aval do seu sucessor para realizar o investimento no argentino

Por Redação Tupi

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

Diante de toda a indefinição no processo eleitoral para a presidência do clube, o atual presidente, Alexandre Campello, confirmou a retirada da sua candidatura à reeleição. Ele concedeu entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (10) no Salão de Beneméritos, em São Januário, com a presença de apoiadores. O dirigente afirmou que está desistindo do pleito para dar isenção ao processo.

“Quero deixar claro que eu não participarei mais de nenhuma eleição nesse processo eleitoral, até para dar isenção ao processo. Retirei mesmo a candidatura. Se houver um novo pleito, vou trabalhar para que aconteça da melhor forma possível” – disse, antes de confirmar que não vai apoiar nenhum candidato.

Campello fez duras críticas aos acontecimentos nos últimos dias, atacou o presidente da Assembleia Geral, Mussa, e ao grupo do candidato Leven Siano (Somamos) pelas ações na Justiça. O dirigente explicou que a escolha da empresa “Eleja Online” para organizar as eleições foi o principal motivo para retirar sua candidatura.

“O clube vai permanecer cumprindo as decisões judiciais. Hoje teve uma convocação do Mussa para uma eleição exclusivamente online, no sábado. Nós vamos cumprir, desde que seja cumprindo as normas do estatuto. O clube não aceita a Eleja Online. Entendemos que há um conflito de interesses, não foi o clube que pagou. Isso por si só já tira a isenção. Não é possível realizar um processo eleitoral em que uma das chapas paga a empresa que organiza o pleito. O clube está pronto para cumprir a lei, desde que dentro da legalidade” – afirmou.

Por mais que apoie as novas eleições híbridas do próximo sábado (14), o atual presidente afirmou que a Justiça é quem vai decidir o rumo do Vasco.

“O que está valendo é a decisão que será online, no dia 14. Mas o que vai acontecer, não sabemos. O fato de retirar a candidatura nos dá bastante tranquilidade. Agora não assustamos mais ninguém, não temos preferência, e vamos defender a instituição (…) Vou considerar o que a Justiça considerar. Não cabe a mim julgar. Essa é uma questão que já foi judicializada há tempos. Não gostaríamos de ter chegado nesse ponto.”

Benítez

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

Ainda na coletiva, Campello afirmou que a compra do argetino junto ao Independiente, da Argentina, precisará do ‘ok’ do novo presidente. Na semana passada, o presidente afirmou ter um acordo para comprar 60% dos direitos de Benítez e mantê-lo no clube.

A negociação seria de 4 milhões de dólares (22 milhões de reais); 3 milhões de dólares pagos no começo de 2021 e o outro 1 milhão pago no final da temporada. Campello afirmou que o projeto está de pé, mas, nesse momento, precisa do aval do novo presidente vascaíno para acontecer.

“É um investimento, eu tinha um projeto, e acho que isso tem que ser discutido com o próximo presidente. Sempre fui muito responsável à frente do clube. E essa tem que ser uma decisão conjunta com o próximo presidente. Espero que tenhamos logo essa decisão” – disse.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
04 de Dezembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Mário Belisário
« Programa Anterior
06:00 - Show do Antônio Carlos
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »