Coronavírus

Bolsonaro classifica como ‘histerismo’ decisão da CBF de suspender campeonatos nacionais de futebol

Presidente defendeu que partidas continuem a ser realizadas, com venda de "um percentual de ingressos pelo menos", para reduzir o impacto da doença na economia

Por Diogo Sampaio

Presidente defendeu que partidas continuem a ser realizadas, com venda de “um percentual de ingressos pelo menos”, para reduzir o impacto da doença na economia
(Foto: Reprodução/CNN Brasil)

Em entrevista à CNN Brasil, na noite do último domingo, o presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem Partido), criticou a decisão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) de suspender, a partir desta segunda, as competições nacionais de futebol por tempo indeterminado. Para Bolsonaro, este tipo de determinação “parte para um histerismo”, fruto da repercussão em torno da pandemia do novo coronavírus que, segundo ele,  esconde certo “interesse econômico”.

“Em especial, temos que tomar previdências no tocante à economia. Certas medidas tomadas por governadores, eles tem essa autoridade, mas nós temos que ver como essas medidas podem afetar a nossa economia, que em grande parte vem do povão. Quando você proíbe uma partida de futebol, entre outros, você parte para um histerismo”, defendeu.

Na sequência, o presidente ainda deu uma sugestão de como a entidade deveria agir, com intuito de causar o menor impacto possível na economia do país. “A CBF vai se reunir amanhã, poderiam vender um percentual de ingressos pelo menos. Levando-se em conta a quantidade de pessoas que comportam nas arquibancadas e não partir para proibir isso ou aquilo. No meu entender, não vai conter a expansão dessa forma muito rígida”, alegou.

Até o último domingo, segundo contagem de agências internacionais, os números da pandemia do novo coronavírus já havia superado a barreira de 6 mil mortos e 160 mil infectados em todo o mundo. Só no Brasil, são cerca de 200 casos confirmados e 1.913 suspeitos.

Como forma de reduzir o contágio e a propagação do Covid-19, todos os campeonatos de futebol na Europa foram paralisados. A União das Federações Europeias de Futebol (UEFA) até já trabalha com a possibilidade dos campeonatos nacionais do continente serem finalizados, sem a realização de todas as rodadas, conforme noticiado pelo diário desportivo espanhol As.

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) também suspendeu os jogos da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana até o dia 21 de março, podendo esse prazo ser ampliado. Outra medida adotada pela entidade foi colocar 95% do seu corpo de funcionários trabalhando de casa, seguindo recomendações feitas pelas autoridades sanitárias do Paraguai, país sede da Conmebol.

No Brasil, logo após a determinação da CBF, a Federação Mineira de Futebol (FMF) anunciou a suspensão de todos os jogos no estado, a partir da próxima terça-feira, devido a pandemia do novo coronavírus. A Federação Gaúcha de Futebol (FGF) e a Federação Paulista de Futebol (FPF) também comunicaram, já na manhã desta segunda-feira, a paralisação de seus respectivos campeonatos estaduais, a primeira por 15 dias e a segunda por tempo indeterminado.

No momento, a única federação a ir na contramão da CBF foi a Federação Sergipana de Futebol (FSF) que informou, por meio de nota nesta segunda-feira, que manterá normalmente os jogos do campeonato local. Também ficou decidido que as partidas não acontecerão com portões fechados, ou seja, o torcedor poderá acompanhar de perto normalmente as partidas.

Atualização

Na tarde desta segunda-feira, após mais de três horas de reunião, a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (FFERJ) decidiu paralisar o Campeonato Carioca por 15 dias. No último final de semana, todos os jogos da competição foram realizados, mas com portões fechados.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Abril de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »