Esportes

Bota o Apolinho aí! Washington Rodrigues comemora 59 anos de carreira no rádio

Comunicador e comentarista de doze Copas do Mundo integra, desde 1999, a seleção brasileira do rádio, na Super Rádio Tupi

Por Diogo Sampaio

Comunicador e comentarista de doze Copas do Mundo integra, desde 1999, a seleção brasileira do rádio, na Super Rádio Tupi
(Foto/Arte: Érika Corrêa/Super Rádio Tupi)

Washington Carlos Nunes Rodrigues, mas pode chama-ló simplesmente de Apolinho. Jornalista esportivo, flamenguista assumido, já foi treinador e dirigente do time de coração, mas acima de tudo nunca deixou de ser radialista. Nascido no Rio de Janeiro, o comunicador começou a carreia nos microfones da Rádio Guanabara no ano de 1962. Anos depois, ficou conhecido como Apolinho por ter sido o primeiro repórter a utilizar um microfone sem fio, o mesmo utilizado pelos astronautas da Missão Apollo 11, em 1969.

Os comentários imparciais, feitos em transmissões de jogos, também fizeram com que fosse um dos poucos comentaristas com grande aceitação pelas grandes quatro torcidas cariocas. Carismático e querido por todos, Washington Rodrigues, o Apolinho, completa nesta segunda-feira, dia primeiro de março, aniversário da cidade do Rio, 59 anos levando informação e diversão nas ondas do rádio. E, desde 1999, integra a seleção brasileira do rádio, na Super Rádio Tupi.

“Mês passado, no dia primeiro de fevereiro, completei 22 anos de Super Rádio Tupi. Isso só na segunda passagem! Na primeira passagem, lá na Avenida Venezuela, trabalhei três anos. Ao todo, são 25 anos desses 59 de carreira só na Tupi. Primeiro como repórter de campo e depois, em 1980, pelas mãos do Garotinho, José Carlos Araújo, que era o então chefe de esporte da Rádio Nacional, passei a comentarista e de lá para cá, a vida inteira aqui, na mesma função. Além de comunicador esportivo, apresentei também programas variados em outras emissoras, como o ‘Show da Madrugada’, de muito sucesso durante muito tempo. Fiz programas no período do dia ainda, como o próprio ‘Washington Rodrigues Show’, aqui mesmo na Tupi, de 05h às 08h”, recordou o Velho Apolo.

(Foto: Arquivo/Super Rádio Tupi)

Além da trajetória no rádio, Apolinho também se aventurou dentro do futebol, sempre no Flamengo. A primeira passagem como técnico do clube, em 1995, e depois como diretor em 1998.  Já no universo da televisão, acumulou no currículo passagens por grandes emissoras. “Trabalhei em todas as emissoras de televisão aberta: TV Globo, TV Tupi, TV Rio, TV Excelsior, TV Educativa, Rede Manchete, Record TV, CNT… Todas elas! Mas minha paixão mesmo é o rádio”, destacou.

E como comentarista, Apolinho forma uma parceria de sucesso à décadas ao lado do maior fenômeno do rádio brasileiro: José Carlos Araújo, o Garotinho. “Nesses 59 anos do Apolinho em rádio, eu posso garantir que a maioria deles foi ao meu lado, fazendo dobradinha para muito orgulho e honra minha. Exatamente porque a gente se afinou. Foi meu companheiro de viagem por muitos e muitos anos. E olha, eu tenho orgulho de fazer essa dupla, a dobradinha Garotinho e Apolinho. Nos 59 anos de rádio do Apolinho, é festa do rádio, é festa dos seus amigos. Parabéns, Apolinho”, declarou o narrador esportivo.

Também ao longo da carreira, Apolinho criou inúmeros bordões e gírias populares, como: “Chocolate” (que indica uma goleada), ‘”estopa”‘(que indica bola dentro do gol), “‘Geraldinos e Arquibaldos”, “Mais feliz do que pinto no lixo”, “Capinar sentado”, “Ô, rapaz”, “Briga de cachorro grande”, “Tá tão quente que urubu voa com uma asa e se abana com a outra”,”Bangu faz tanto calor que parece uma lata de alumínio esquenta muito e esfria rápido” entre outros.

“É muito fácil falar do Apolinho, que eu conheço já há 35 anos. Trabalhamos juntos na Rádio Globo durante praticamente 15 anos e agora quase 20 anos na Super Rádio Tupi. Sendo que aqui na Tupi, nesses 20 anos, fiquei mais direto com ele, no dia-a-dia, na produção de reportagem do ‘Show do Apolinho. E foi ele quem me trouxe de volta para Tupi, em 2003. Tenho uma gratidão eterna por isso”, contou o comunicador e produtor Marcus Vinícius, o Mister Bean.

Atualmente, Apolinho escreve a coluna Geraldinos & Arquibaldos, no Jornal Meia Hora, de conteúdo leve e bem humorado. Na Super Rádio Tupi, comanda desde fevereiro de 1999 o “Show do Apolinho”, que é líder absoluto de audiência de segunda a sexta das 17h às 19h, além de participar diariamente do “Show do Clóvis Monteiro” com duas edições de Geraldinos & Arquibaldos, às 08h45 e às 09h45, uma criação do próprio Apolinho.

“Hoje, dia em que o Rio de Janeiro completa 456 anos, eu completo 59 anos de rádio. Obrigado por terem lembrado”, agradeceu, emocionado.

Comentários
enquete

Quem você acha que é o favorito para levar o título da Supercopa do Brasil?

Carregando ... Carregando ...


AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
10 de Abril de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Nenhuma programação disponível
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
15:00 - Show da Galera
21:00 - Show de Bola
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »