Botafogo

Gérson rebate Pelé e afirma: “Não sou Flamengo, todos sabem que sou Fluminense e Botafogo”

Comentarista da Super Rádio Tupi não entende menção, elogia o Rubro-negro e brinca com o amigo e ex-companheiro

Por Vitor Rocha

Foto: Arquivo pessoal

O comentarista e tricampeão mundial Gerson Canhotinha de Ouro respondeu o amigo e ex-companheiro de Seleção Brasileira Pelé, afirmando que não é torcedor do Flamengo e sempre torceu pelo Fluminense, após a entrevista do maior jogador de todos os tempos ao canal ‘Pilhado’, de Thiago Asmar.

Nas redes sociais e ao longo de toda a carreira no radiojornalismo, o Canhota, como também é chamado, falou abertamente do seu amor pelo Fluminense, time da infância, e pelo Botafogo, por onde atuou grande parte da carreira. Ele negou que seu clube de coração seja o rubro-negro.

“Não. Eu não sou Flamengo. Todo mundo sabe que meu time desde criança sempre foi o Fluminense e depois o Botafogo. Sou tricolor em todo lugar do Brasil e botafoguense no Rio” – disse.

“Embora eu não seja torcedor do Flamengo, gosto do Flamengo e já joguei lá. Isso me honra muito.” – completou.

Foto: arquivo pessoal

Sem saber o porquê da menção do ex-companheiro, o atual comentarista da Super Rádio Tupi relembrou momentos do passado, se disse honrado e aproveitou para brincar com Pelé:

“Não sei o que ele quis dizer que isso. Ele podia falar mil coisas, por que foi me citar? Talvez como eu era o armador da Seleção Brasileira, ele quis me elogiar. E foi um grande elogio ele ter me colocado como torcedor do Flamengo. Isso é um elogio pra mim. Valeu Pelé!” – brincou Gerson.

“Vai ver que ele estava pensando na época que eu jogava no Flamengo contra ele, quando ele atuava pelo Santos, quando éramos novos (…) Vai ver que ele estava lembrando dessa época que eu ganhei o Rio-São Paulo em cima do Santos dele lá em São Paulo (…) Fora da Seleção, eu ganhei muito mais dele jogando contra o Santos. Estou liderando ainda.” – continuou.

Foto: arquivo pessoal

O Canhotinha de Ouro também relembrou a torcida pelo Flamengo em 2019, na conquista dos títulos do Campeonato Brasileiro e da Libertadores principalmente.

“No ano passado, por exemplo, os três times estavam fracos: Botafogo, Fluminense e Vasco. E como eu torço pelos times cariocas, torci pelo Flamengo. E deu Flamengo. Está tudo certo.”

Na entrevista a Thiago Asmar, Pelé também afirmou ser torcedor do Vasco, além do grande carinho pelo Santos, por onde atuou muito tempo na carreira. Gerson, no entanto afirmou não lembrar do companheiro citar a equipe de São Januário.

“Não me lembro, na Seleção, dele dizer ser Vasco. Não sei se disse isso sempre. Mas quase no final da carreira, ele atuou pelo Vasco. Acho que foi muito bom para ele e para o Vasco ele se declarar torcedor.” – afirmou Canhota.

“Eu sou tricolor desde menino, desde moleque. Quando eu era pequeno, gostava do escudo do Bangu. Sempre gostei. Meu pai me deu um jogo de camisas do Bangu. Eu poderia ter sido Bangu. Qual o problema?! Nenhum! Cada um torce para o time que quer torcer.” – completou.

Pelé e Gerson atuaram juntos por muitos anos na Seleção Brasileira, onde foram campeões em 1970 no México. O maior de todos os tempos sempre agradeceu ao colega pelos lançamentos perfeitos que o colocaram na cara do gol. Ambos possuem 79 anos e nunca hesitam em demonstrar o carinho e as boas lembranças um com o outro.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
31 de Maio de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Bola em Jogo
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »