Destaques

Brasil vence México nos pênaltis por 4 a 1 e garante a vaga na final do futebol masculino

Bruno Guimarães, Daniel Alves, Martinelli e Reinier marcaram para o Brasil; Santos defendeu uma cobrança mexicana

Por Redação Tupi

Foto: Divulgação/CBF

Depois do empate no tempo normal, o Brasil venceu o México nos pênaltis por 4 a 1. Daniel Alves, Gabriel Martinelli, Bruno Guimarães e Reinier marcaram para o Brasil. Santos defendeu a cobrança de Aguirre, Vásquez bateu na trave e Rodríguez fez o único gol mexicano. Com o resultado, o Brasil está classificado para a final dos Jogos em Tóquio e vai brigar pelo bicampeonato olímpico. O adversário brasileiro sai do duelo entre Japão e Espanha, que se enfrentam às 08h. A final será disputada no próximo sábado (07), 08h30, no Estádio Internacional de Yokohama.

Com a vitória sobre os mexicanos, a Seleção Brasileira Olímpica chega a sua terceira final consecutiva em Jogos. O Brasil foi prata nos jogos de Londres, em 2012, conquistou o ouro pela primeira vez no Rio, em 2016, e agora mais uma vez vai brigar pelo lugar mais alto do pódio, o que pode ser o segundo ouro na modalidade em toda a história.

O jogo:

Sem medo do adversário e da campanha mexicana até aqui, o Brasil foi pra cima no começo de jogo. Logo no primeiro minuto, após cruzamento da esquerda, a bola cruzou toda a área e Richarlison não conseguiu empurrar para o gol. Por grande parte da primeira etapa, o Brasil foi quem mais se aproximou do gol. Com 68% de posse de bola, a equipe de André Jardine não conseguiu, no entanto, criar chances mais claras. Aos oito minutos, Martín recebeu cruzamento na área, mas cabeceou para fora.

Aos 13, após jogada que começou na direita até chegar ao lado esquerdo, Guilherme Arana recebeu dentro da área, mas acabou chutando em cima do goleiro Ochoa, desperdiçando a chance de abrir o placar. Aos 27, Douglas Luiz caiu na área e a arbitragem marcou o pênalti, que, posteriormente, fora anulado pelo VAR.

O México, por sua vez, só decidiu sair para o jogo nos dez minutos finais. Aos 41, Santos salvou o Brasil em uma bela defesa no chute de Romo. Aos 45, em bom contra-ataque pela esquerda, o México tentou novamente com Antuna, mas Diego Carlos fez o corte para escanteio. Na cobrança, Martín subiu novamente e cabeceou para fora mais uma vez.

Paulinho não conseguiu ajudar o time brasileiro
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

No segundo tempo, o Brasil não conseguiu implementar novamente o forte ritmo de jogo. Enquanto o Brasil não conseguia encaixar um bom ataque, o México se segurava e também não buscava o resultado. A arbitragem, que não foi bem, acabou irritando os jogadores e a comissão técnica brasileira.

Somente aos 20 minutos da etapa final, a primeira boa chegada: Antony avançou pela direita, cortou o zagueiro e bateu rasteiro, mas Ochoa fez a defesa. Somente aos 36, o time brasileiro voltou a assustar. Após cruzamento da direita, Richarlison cabeceou, a bola bateu na trave e, no rebote, ele fez o cruzamento, mas não achou nenhum companheiro.

Apostando na experiência e na qualidade de Ochoa, visando uma disputa de pênaltis, os mexicanos atingiram seu objetivo e garantiram o empate em 0 a 0 no tempo normal.

Prorrogação:

No primeiro tempo da prorrogação, os jogadores sentiram o cansaço e fizeram um duelo mais ameno. Aos 4 minutos, Martín cabeceou mais uma vez, mas não acertou o gol brasileiro. Aos 13, Guilherme Arana acertou um belo chute, mas a bola saiu pela esquerda do gol de Ochoa. Na segunda etapa do tempo adicional, o jogo se manteve da mesma forma. Enquanto o México se fechava, o Brasil não conseguir criar jogadas para  furar o bloqueio adversário.

Brasil vence mais uma e está na final
Foto: Divulgação/COB

Penalidades:

A opção de começar batendo foi do Brasil. Daniel Alves abriu as cobranças e marcou o primeiro gol brasileiro. Na primeira cobrança mexicana, Aguirre bateu mal e Santos defendeu. Para o Brasil, Gabriel Martinelli bateu bem e fez o segundo brasileiro. Já Vásquez, na segunda cobrança mexicana, bateu na trave. O Brasil abriu 2 a 0. Na terceira cobrança do Brasil, Bruno Guimarães correu com calma e fez o terceiro brasileiro. Na sequencia, Rodríguez bateu bem e fez o primeiro do México. Para garantir a vaga na final, Reinier também marcou o dele e o Brasil venceu por 4 a 1.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
22 de Setembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Antônio Carlos
« Programa Anterior
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »