Esportes

CBF admite que, apesar da venda do mando de campo proibido, clubes poderão mandar seus jogos em outras praças. Entenda

Entidade revela que após o pedido, cada caso será analisado e somente aceito com a não existência de desequilíbrio técnico

Por Redação Tupi

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Por mais que tenha sido proibido a venda do mando de campo nas partidas do Campeonato Brasileiro a partir de 2020, a CBF admitiu que os clubes poderão sim mandar suas partidas em outras praças, como o Estádio Mané Garrincha, em Brasília, por exemplo. A única coisa que não é mais permitida é a venda do mando de campo, após decisão da última quinta-feira (27/02).

Dessa forma, o clube mandante interessado em atuar em outra praça deve enviar uma solicitação para a CBF, além de ficar responsável por várias outras questões de cunho organizacional. Para o ‘sim’, a entidade máxima brasileira vai analisar uma série de fatores, entre eles o quesito equilíbrio técnico.

Se a intenção trouxer algum tipo de perda técnica (como minoria da torcida nas arquibancadas, por exemplo), o pedido será rejeitado. Só serão permitidos jogos que tenham equilibrio técnico. Cada caso será analisado.

Confira a nota oficial da CBF:

O regulamento já se encontra publicado e, seguindo o que foi aprovado no Conselho Técnico, determina que:

Art. 22 – O mando de campo das partidas deverá ser exercido no limite da jurisdição da Federação a que pertença o clube mandante, devendo cada clube informar à DCO, antes do início do CAMPEONATO, o estádio por este indicado, situado na cidade onde o clube tenha sua sede permanente.

Parágrafo único – O clube que queira deslocar partidas para outras praças deverá, com 30 (trinta) dias de antecedência, demonstrar que, de maneira nenhuma, esta prática representa: (i) prejuízo ao equilíbrio técnico da competição; (ii) prevalência do interesse econômico particular do clube, em detrimento dos aspectos técnicos da competição; (iii) prejuízo da presença dos torcedores do clube mandante no estádio escolhido; (iv) privilégio de qualquer natureza em favor do clube adversário, como inversão ou comercialização do mando de campo; entre outros aspectos a serem avaliados pela DCO.

Comentários
enquete

Os quatro maiores clubes do Rio se sairão melhor na segunda rodada do carioca?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Março de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »