Esportes

CBF manda comitiva à Europa para tentar votos visando sediar a Copa do Mundo feminina de 2023 sem nenhuma mulher na delegação

Adversários na disputa como Colômbia, Japão e Austrália mandaram delegação com minoria de homens

Por Beto Jr

Foto: cbf.com

A CBF está empenhada em trazer a Copa do Mundo feminina de 2023 para o Brasil. Em mais uma etapa da candidatura, a entidade enviou representantes à Uefa para fazer uma apresentação do projeto que o país tem a oferecer pelo Mundial. Chamou a atenção de um jornalista do New York Times, porém, a ausência de mulheres entre os representantes brasileiros na Uefa.

No Twitter, Tariq Panja questionou: “A Confederação Brasileira de Futebol veio à Uefa para tentar o direito de sediar a Copa do Mundo feminina de 2023. Só ficou faltando uma pessoa na delegação: uma mulher”. Em conversa com a reportagem, Tariq explicou que, em outros países candidatos – Colômbia, Nova Zelândia/Austrália e Japão – também sentiu que predominou a presença masculina. Apenas as japonesas foram maioria (na delegação do Japão, eram duas mulheres e um homem).

Representando a Austrália, foram dois homens e uma mulher e representando a Colômbia foi apenas um homem.

Comentários
enquete

Viih Tube mereceu vencer a prova do líder?

Carregando ... Carregando ...


AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
18 de Abril de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Baú da Tupi
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
08:00 - Show do Pedro Augusto
22:00 - Giro Esportivo
11:00 - Samba Social Clube
03:00 - Domingo Show
12:00 - Bola em Jogo
06:00 - Ele & Ela
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »