Conecte-se conosco

Campeonato Brasileiro

Com falta de luz e VAR fora de operação, Fluminense bate Bragantino e vira vice-líder do Brasileiro

Com gols de Arias e Cano, Tricolor faz 2 a 1 e chega aos 34 pontos na tabela de classificação

Publicado

em

Fluminense x Bragantino
(Foto: Mailson Santana/Fluminense)

Vice-líder! Em jogo com falta de luz e VAR sem funcionamento no Estádio Raulino de Oliveira, o Fluminense fez o dever de casa, na tarde deste domingo (24), em Volta Redonda, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, e venceu o Bragantino por 2 a 1, com gols Jhon Arias e de Germán Cano, artilheiro da competição, com 12. Luan Cândido descontou o prejuízo. O resultado coloca a equipe das Laranjeiras em segundo lugar, com 34 pontos, a cinco do líder Palmeiras, que também ganhou, batendo o Internacional, em São Paulo. No fim, Marrony ainda foi expulso por pontapé em Kevin.

O primeiro tempo de partida teve o domínio e controle do Tricolor, que, atuando em seus domínios e ao lado da torcida, apresentou maior posse e construiu as jogadas de mais perigo. As melhoras oportunidades vieram com Caio Paulista, aos 10 minutos, mandando na trave após bate rebate na área, e Germán Cano, aos 21 – o argentino recebeu belo lançamento de André por trás da zaga, dominou, cortou Natan e chapou rasteiro, forte. Porém, o bandeirinha pegou impedimento do camisa 14, confirmado pelo VAR. Já o Massa Bruta tentou apostas em contragolpes em velocidade, sem sucesso e com finalizações para fora.

Na volta do intervalo, o Fluminense melhorou justamente no quesito que o atrapalhou na etapa inicial: a pontaria. Logo no começo, acertou outras duas bolas na trave em chutes novamente de Caio Paulista e Cano. E, aos 16, balançou a rede, com Jhon Arias. Depois de ótima troca de passes, Matheus Martins, na meia-lua, aparou e encontrou o colombiano sozinho. Cara a cara com Lucão, o meia só precisou arrematar no canto esquerdo para abrir o placar.

O gol deu ânimo e maior confiança ao Tricolor, que ampliou na sequência. Aos 20, Arias apareceu na entrada da área e levantou por cima dos zagueiros, com estilo, para Cano. Sem deixar cair, o artilheiro do campeonato girou, de voleio, e pegou em cheio para fazer o 2 a 0. No entanto, os cariocas não tiveram tanto tempo para comemorar. Isso porque, aos 26, em cobrança de escanteio, Luan Cândido, livre e sem nenhuma marcação, subiu e testou como manda o figurino, para o chão, sem chances para Fabio defender. No fim, Marrony foi expulso e o Bragantino exerceu muita pressão na frente, mas o time das Laranjeiras se segurou e conquistou os três pontos.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.