Campeonato Brasileiro

Com gol de Kenedy e quebra de jejum, Flamengo vence o Juventude e se mantém na vice-liderança do Brasileirão

Rubro-Negro fez 3 a 1 nos gaúchos e se isolou na segunda colocação, com 45 pontos

Por Bruno Gentile

Kenedy faz um dos três gols do Flamengo sobre o Juventude pelo Campeonato Brasileiro
(Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Com direito à quebra de jejum! Em confronto com ótimo rendimento e intensidade, o Flamengo confirmou o favoritismo dentro do Maracanã, venceu o Juventude por 3 a 1, nesta quarta-feira (13), pela 26ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, e se consolidou isoladamente na vice-liderança da competição nacional, chegando aos 45 pontos e com dois jogos a menos do que os seus concorrentes. Além disso, o clube da Gávea conseguiu voltar a realizar um feito que não ocorria desde o mês de julho de 2018: fazer um gol de falta – o último havia vindo dos pés de Diego Ribas, na Primeira Divisão, há 1.221 dias. Estreante como titular, Kenedy, assim Pedro e Andreas Pereira, anotaram os tentos dos mandantes. Entretanto, a distância para o líder Atlético-MG não diminuiu, em função do fato de o Galo ter virado para cima do Santos, no Mineirão.

O primeiro tempo foi avassalador por parte dos cariocas, que ainda não puderam contar com várias peças importantes do elenco, como Bruno Henrique e David Luiz, lesionados, além dos jogadores convocados por suas seleções. Nos 10 minutos iniciais, os donos casa, com total controle da partida, chegaram duas vezes na frente e levaram perigo ao Douglas Friedrich. Em boa jogada individual, Andreas Pereira tocou para Kenedy na faixa direita da área, o atacante dominou, chutou, mas parou nas mãos do goleiro, que caiu bem para encaixar. Em seguida, aos 9, Matheuzinho avançou pela lateral, limpou o adversário e soltou uma bomba de canhota na trave direita, quase abrindo o placar no Rio de Janeiro.

A partir daí, a superioridade da equipe da Gávea continuou maior e as criações transformaram-se em gols. Aos 11, Kenedy arrancou pelo lado direito, tabelou com Pedro, que deu um passe de letra, cortou o zagueiro para fora e finalizou por debaixo das pernas do arqueiro, inaugurando a contagem no Maracanã. No prejuízo, o Juventude sentiu a desvantagem e passou a recuar mais. Porém, a tentativa de diminuir os espaços não surtiu efeito e, aos 25, o Rubro-Negro ampliou: Michael ganhou de Paulo Henrique após bela enfiada de Filipe Luís, cruzou rasteiro pelo lado esquerdo do gramado e encontra Pedro. O camisa 21 só teve o trabalho de empurrar às redes vazias e fazer 2 a 0.

Aos 34, o como senão bastasse o bom rendimento dentro das quatro linhas, o Flamengo ainda encerrou um grande jejum de não marcar em faltas – a última vez havia sido em 10 de julho de 2018, há exatos 1.221 dias, quando Diego Ribas, depois de um desvio, anotou contra o Paraná, pelo Campeonato Brasileiro. Em cobrança pela faixa esquerda da intermediária, Andreas Pereira arriscou direto em direção à baliza, acertou o ângulo de Douglas Friedrich e fez o terceiro para explosão de alegria dos torcedores presentes nas arquibancadas. Já perto do fim, o time gaúcho ensaiou uma jogada para descontar o placar, aos 40, no momento em que Vitor Mendes aproveitou batida de escanteio de Guilherme Castilho e, de cabeça, mandou por cima do travessão de Diego Alves, sem sustos.

Na volta do intervalo, o Juventude retornou bem melhor em relação à etapa inicial, muito por conta das entradas de Chico e Capixada, promovidas pelo técnico Marquinhos Santos, e, aos 5, foi o primeiro a levar perigo, com Paulinho Boia. O jovem garoto progrediu pelo meio e concluiu de longe e a bola passou próximo à meta do clube carioca. A insistência dos sulistas seguiu e, aos 11, os visitantes conseguiram balançar a rede, em testada de William Matheus. Após escanteio da direita, o lateral subiu mais alto que todo mundo, antecipou-se e encobriu o goleiro com categoria, no contrapé. Entretanto, a partir daí, a equipe do Rio Grande do Sul praticamente não criou, à exceção de um chute, que acabou indo para fora e sem mira, aos 25. No final, Andreas Pereira, um dos destaques em campo, acertou duas finalizações no travessão adversário, aos 35 e 39, e, por pouco, não transformou a vitória em goleada. Na sequência, a partida continuou, só que em ritmo lento, e o confronto terminou com novo triunfo carioca rubro-negro.

 

 

Últimos vídeos do Mengão


recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
24 de Outubro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Pedro Augusto
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
10:00 - Show do Heleno Rotay
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Bola em Jogo
20:00 - Conexão Tupi
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »