Conecte-se conosco

Campeonato Brasileiro

Com grande apoio da torcida em Manaus, Vasco fica no zero a zero com o Guarani pela Série B

Ainda invicto na competição e em terceiro lugar, Cruzmaltino perde chance de colar no líder Cruzeiro

Publicado

em

Vasco e Guarani ficam no empate em 0 a 0 pela Série B do Campeonato Brasileiro
(Foto: Daniel Ramalho/Vasco)

Falta de pontaria e goleiro adversário iluminado culminaram no placar sem gols, em uma Arena da Amazônia lotada com cerca de 33 mil pessoas. O Vasco até tentou, mas acabou ficando no 0 a 0 com o Guarani, na noite desta quinta-feira (19), pela oitava rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, e desperdiçou a possibilidade de colar de vez no líder Cruzeiro, apesar de ainda ser o único clube invicto na competição nacional. O resultado deixa o Gigante da Colina, momentaneamente, dentro do G-4, na terceira colocação da tabela de classificação, com 14 pontos, a apenas dois da Raposa, que entrará em campo no fim de semana, recebendo o Sampaio Corrêa, em Minas Gerais. No compromisso seguinte pela Segunda Divisão, daqui a sete dias, contra o Brusque, no Rio de Janeiro, o grupo de Zé Ricardo contará com os retornos de Yuri Lara e Nenê, suspensos pelo terceiro cartão amarelo no empate com os paulistas.

O primeiro tempo da partida, ao contrário do que o grande número de torcedores do Cruzmaltino esperava, em Manaus, teve maior domínio do Bugre, pelo menos, em oportunidades de marcar. O time de Campinas fechou os espaços no sistema defensivo e foi mais rápido nas saídas nos contra-golpes e, também, em jogadas ofensivas. Como de costume, o goleiro Thiago Rodrigues, destaque dos cariocas desde o início da temporada, fez três boas defesas, a de grande dificuldade aos 39 minutos, em lance no qual Giovanni Augusto carimbou a trave, Ernando pegou o rebote de cabeça, a bola desviou em Lucão do Break, e o arqueiro esticou-se todo para evitar o tentog adversário. Pelo lado dos visitantes, poucas chances: a melhor chegada aconteceu aos 34, quando Figueiredo rolou no meio da área, Andrey dos Santos desviou e a zaga conseguiu cortar.

No volta dos vestiários e após as conversas do intervalo, o Guarani, insinuante na etapa inicial, praticamente passou a só se defender, principalmente, por conta do aumento de volume de ataque do Vasco no terço final do campo. Lucão do Break e Diogo Matheus levaram certo perigo à meta de Thiago Rodrigues, porém, ambas as finalizações de saíram pela linha de fundo – a segunda, inclusive, tocou na rede do lado de fora e gelou os torcedores na Arena da Amazônia. A partir daí, o Gigante da Colina cresceu e evoluiu no confronto, construindo três boas possibilidades de balançar a rede, com Figueiredo, Raniel e, depois, Gabriel Dias. Já próximo ao fim, Maurício Kozlinski apareceu iluminado e salvou os paulistas da derrota, ao pegar duas fortes cabeçadas de Gabriel e Erick, em sequência. Antes, havia feito bela intervenção também em conclusão de Gabriel Pec pela faixa direita. O resultado de 0 a 0 não agradou à torcida presente no estádio, que vaiou a equipe de São Januário ao som do apito final.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.