Esportes

Com Rogério, defesa do Flamengo passou invicta duas vezes na atual temporada

Na Libertadores, são nove gols sofridos em cinco jogos disputados na fase de grupos

Por Marcos Coelho

Foto: Alexandre Vidal (Divulgação / Flamengo).

O maior problema do Flamengo na temporada de 2021 está na quantidade de gols sofridos. Tal cenário já foi analisado mais de uma vez por Rogério Ceni, e não foi diferente depois do empate em 2 a 2 com a LDU, na noite de quarta-feira, em jogo que garantiu a classificação do rubro-negro às oitavas de final da Libertadores. A defesa foi vazada nos cinco jogos disputados até o momento na fase de grupos da competição continental, totalizando nove gols sofridos.

No último jogo, foi a vez de Rogério levar a campo uma situação inédita, tendo três zagueiros de oficio entre os titulares. Bruno Viana, Gustavo Henrique e Léo Pereira começaram juntos a partida com a LDU, mas sofreram com o poder de fogo da equipe equatoriana. Na análise pós-jogo, Rogério Ceni comentou a escolha feita.

“Já treinamos com Léo Pereira na função do Filipe Luís. Tem boa construção de jogo e é mais alto. O que mudou foi o sistema com a expulsão (Willian Arão). Com uma menos, contra o Racing, na Argentina e no Brasil, não perdemos. Contra o Bahia, buscamos a virada. Buscamos a classificação com um a menos. Tem algo de especial”, analisou o técnico do Flamengo.

A falta de bons resultados do sistema defensivo pode ser atribuída também à falta de continuidade nas escalações. Até o momento, só em duas ocasiões o considerado time ideal esteve em campo. Aconteceu na vitória por 3 a 0 sobre o Bangu e na Supercopa do Brasil, empate em 2 a 2 com o Palmeiras e vitória nos pênaltis.



Comentários

Botão Calendário de Vacinação



AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Junho de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »