Destaques

Em noite inspirada, Everton Ribeiro faz dois e Flamengo vence o Talleres no Maracanã pela Libertadores

Rubro-Negro segue com 100% de aproveitamento, na liderança do Grupo H

Por Bruno Gentile

Flamengo bate o Talleres por 3 a 1 na Libertadores
(Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

Aproveitamento de 100% na Libertadores! Com mais de 40 mil pessoas nas arquibancadas, quantidade de torcedores até abaixo da expectativa -, o Flamengo, em noite inspirada de Everton Ribeiro, que anotou dois gols, confirmou o favoritismo no confronto, venceu o Talleres, da Argentina, por 3 a 1, nesta terça-feira (12), no Maracanã, pela segunda rodada da competição, e assumiu a liderança isolada do Grupo H da competição sul-americana, com seis pontos e duas vitórias – na semana passada, os comandados do técnico Paulo Sousa já haviam batido os peruanos do Sporting Cristal por 2 a 0, no Peru. Gabigol, de pênalti, também balançou a rede e Fértoli, craque e um dos melhores jogadores da equipe de Córdoba, descontou o prejuízo. Mesmo sem marcar, Brno Henrique foi outro a ter bom desempenho, sendo importante duas assistências. Na chave do torneio, o Mais Querido aparece no topo, seguido por Universidad Católica-CHI, em segundo, e o próprio Talleres, em terceiro, ambos com três. Sporting Cristal é o lanterna, ainda sem pontuar.

O primeiro tempo parecia demonstrar que o Rubro-Negro seguia o caminho para deslanchar no placar, no entanto, da metade para o final, o cenário complicou e a vantagem não saiu como o esperado. Os cariocas começaram muito bem e imprimindo, como de costume, o ritmo ofensivo tradicional no Rio de Janeiro, apesar de algumas chegadas sem tanto perigo dos adversários. Tanto que, aos 8 minutos, Arrascaeta sofreu pênalti cometido por Benavídez e, na cobrança, Gabigol bateu com categoria no canto direito de Herrera, que ficou parado no meio, observando a bola entrar. Na sequência, aos 16, Bruno Henrique teve bela possibilidade de ampliar, de cabeça, após cruzamento de Matheuzinho vinda da ponta, mas mandou por cima do travessão. A pressão continuou e, aos 25, Everton Ribeiro fez o segundo: o camisa 27 avançou pela faixa esquerda, tocou no meio, Arrascaeta deixou passar e o meia pegou de canhota, chapando rasteiro sem chances ao goleiro.

A partir daí, depois da necessidade de tirar Matheuzinho da partida, por conta de lesão, e a entrada de Rodinei, o Talleres ameaçou uma reação, principalmente com jogadas construídas pelos lados do campo. Um dos principais nomes do time visitantes, Fértoli aproveitou bobeada da defesa flamenguista e descontou o marcador, no Maracanã, já aos 45, próximo do apito do árbitro. Revelado pelo River Plate nas últimas temporadas, Girotti levou ao fundo e, mesmo com Willian Arão cercando, achou ótimo passe de calcanhar para trás, perto da entrada da área. Livre, o armador finalizou forte, de peito de pé, e estufou as redes de Santos, estreante da noite. Nos acréscimos, Bruno Henrique, de novo, quase anotou o terceiro, cabeceando de raspão. Porém, o arqueiro caiu bem para jogar a escanteio.

Na volta do intervalo, os argentinos retornaram mais ousados e, por pouco, não deixaram tudo igual, aos 2, quando Girotti progrediu pela esquerda, cortou para a perna boa e soltou uma bomba na direção da baliza, obrigando Santos a executar intervenção precisa, espalmado para longe. Mas, rapidamente, o Flamengo retomou o controle do jogo e, apesar de ainda sofrer alguns sustos, provocados pelo mal posicionamento da zaga, conseguiu ampliar a contagem, dando alegria e, especialmente, alívio aos torcedores presentes nas arquibancadas. Aos 14, colocando outra assistência na conta, Bruno Henrique recebeu de Everton Ribeiro e devolveu novamente ao camisa 7, após infiltração no bloqueio adversário. O capitão rubro-negro aparou, adiantou e arriscou firme, pelo chão, entre a trave e Herrera, que nada pôde fazer para evitar o 3 a 1.

Com a desvantagem de dois gols atrás, o Talleres precisou correr riscos e se lançar ao ataque, criando, de certa forma, espaços para contra-golpes em velocidade dos donos da casa. E, por um triz, a postura ofensiva não surtiu efeito, transformando-se em mudança no placar. Isso porque, aos 19, Martino aproveitou cruzamento por cima e, de peixinho, meteu a testa e viu Santos encaixar em dois tempos, mesmo tendo dificuldade para segurar. A equipe visitante seguiu tentando chegar ao empate, com conclusões de Enzo Díaz e Girotti, no entanto, sem sucesso. Enquanto isso, os cariocas construíram oportunidades perigosas de marcar o quatro e decretar a goleada, principalmente em arremates de Andreas Pereira, João Gomes e Arrascaeta, além de Rodinei, aos 31, no momento em que bateu de fora da área, sem pontaria, isolando a bola. Entrando na vaga de Gabigol, Pedro, já próximo ao fim, poderia ter anotado o dele, duas vezes, porém, em ambos os lances, o chute não saiu como o desejado – no primeiro, Herrero defendeu e, em seguida, depois de dribles consecutivos, mandou rente à trave. No mais, vitória e 100% de aproveitamento na Libertadores garantidos.

Últimos vídeos do Mengão
Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
13 de Maio de 2022 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Antônio Carlos
« Programa Anterior
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »