Conecte-se conosco

Campeonato Brasileiro

Fator casa! Vasco goleia o Náutico, se mantém no G-4 e vence primeira com Jorginho na Série B

Cruzmaltino faz 4 a 1 na equipe de Recife, com gols de Raniel, Eguinaldo, Andrey e Figueiredo

Publicado

em

Vasco x Náutico
(Foto: Daniel Ramalho/Vasco)

Confirmado no G-4! Aproveitando novamente o fator casa na Série B do Campeonato Brasileiro, o Vasco voltou a vencer, desta vez, aplicando uma goleada de 4 a 1 no Náutico, lanterna da tabela de classificação, na noite desta sexta-feira (16), em São Januário, pela 30ª rodada. O resultado garante na quarta posição, com 48 pontos, a equipe do técnico Jorginho, que tem sua primeira vitória no comando do clube. Raniel, Eguinaldo, Andrey e Figueiredo balançaram a rede, assim como Everton Brito, diminuindo o prejuízo.

O primeiro tempo da partida começou bem equilibrado, com o Cruzmaltino atacando e buscando espaço na frente e o Timbu ameaçando com mais perigo, em chutes de Souza, Geuvânio, Jobson e Jean Carlos. Mas quem abriu o placar foi o Gigante da Colina, aos 32 minutos: Andrey Santos cabeceou a bola em escanteio vindo da direita e houve toque na mão de Maurício. Com a ajuda do VAR, o árbitro marcou pênalti e, na cobrança, Raniel deslocou Jean para fazer 1 a 0.

A partir daí, só deu Vasco no campo de ataque. A pressão surtiu efeito, o Náutico sentiu o baque e, aos 37, veio o segundo. Paulo Victor recebeu pela ponta esquerda e tocou para Eguinaldo no bico da grande área. O garotou passou por dois marcadores, bate forte, colocado e rasteiro, para ampliar a contagem, em São Januário. Em seguida, aos 40, os visitantes quase descontaram, novamente com Geuvânio – o camisa 23, no entanto, testou sem nenhuma mira.

Na volta do intervalo, o Cruzmaltino tratou logo de evitar qualquer tipo de surpresa e anotou o terceiro, com Andrey Santos, aos 2. Marlon Gomes aparou no alto e chutou. Jean espalmou mal, Maurício afastou errado e Eguinaldo tentou emendar de primeira, só que furando. Na sobra, o jovem volante arriscou de longe, com desvio no caminho e enganando o goleiro. Na sequência, os cariocas recuaram e o Timbu deu início a uma intensa blitz na frente.

A começar, aos 23, por uma bomba de Thomaz do meio-campo, parando nas mãos de Thiago Rodrigues e, depois, no travessão. Até que, aos 26, Jean Carlos fez belo lançamento para Everton Brito, o atacante dominou e chapou firme, no chão, na saída de Thiago Rodrigues, para descontar o prejuízo. Porém, tudo em vão. Isso porque no fim, aos 42, Figueiredo fechou o caixão ao arrematou da intermediária e acertar o ângulo de Jean: 4 a 1 em São Januário.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.