Esportes

Arrascaeta diz que torce pela permanência de Jesus, mas ressalta “assunto muito pessoal”

Uruguaio ressaltou que o ambiente dos treinos permanece bom e criticou a expulsão de Gabigol no jogo de ida da final do Carioca

Por Bruno Almeida

Foto: Reprodução/Alexandre Vidal/Flamengo)

Flamengo e Fluminense se enfrentam nesta quarta-feira (15/07), pelo jogo decisivo da final do Campeonato Carioca. O rubro-negro venceu por dois a um a partida de ida e, com isso, precisa de apenas um empate para ser campeão. Entretanto, o assunto mais comentado na entrevista coletiva desta terça, no Ninho do Urubu, não foi relacionado ao confronto em si. A maior parte das perguntas foram sobre a possível saída do técnico Jorge Jesus para o Benfica. De acordo com Arrascaeta, o time torce para que o Mister fique e o ambiente permanece o mesmo, mas, a decisão cabe apenas ao treinador.

“A gente sabe que esse é um assunto muito pessoal dele, se vai ficar ou não. A gente torce muito para contar com ele por muito tempo. Não temos sentido nada diferente. O ambiente aqui nos treinos é muito bom. A gente torce para que ele continue conosco. Mas quem vai decidir sobre seu futuro vai ser o Mister”.

Ao ser questionado sobre o peso de uma possível saída de Jorge Jesus, Arrascaeta ressaltou a força do elenco.

“Nós temos um elenco com grandes jogadores. O Jesus quando chegou montou uma estratégia, que nós abraçamos e conquistamos muitas coisas. É sempre importante ter um grande comandante”.

Na decisão, o Flamengo vai ter uma perda muito significante: o artilheiro e líder de assistências do time na temporada, Gabigol. Isso porque, o atacante foi expulso no última minuto da primeira partida, em uma decisão, no mínimo, polêmica da arbitragem. Na ocasião, o camisa 9 disse “sou eu quem saio, por#@” quando estava sendo substituído e o árbitro achou uma atitude digna para amarelo. Arrascaeta, por sua vez, contestou a atitude do juiz.

“Todos ficaram sabendo o que ele falou. Se o árbitro expulsou por isso, iríamos ficar com cinco jogadores e o time deles também. Sempre existe esse tipo de discussão. E o Gabi nem demorou a sair.”

A partida de volta da final vai ser realizada às 21 horas, no Maracanã. Caso o Flamengo seja campeão, será a quarta taça levantada no ano (Supercopa do Brasil, Recopa Sul-Americana e Campeonato Carioca), além do sexto título de Jorge Jesus pelo rubro-negro, em pouco mais de 1 ano, tendo conquistado também a Libertadores e o Brasileiro de 2019.

Confira outras respostas de Arrascaeta

Mudança de postura na final?

Não sei o que seria diferente. Ainda não perdemos esse ano. Independentemente do rival, sempre temos a postura de tentar jogar de igual para igual. As finais têm sido difíceis, contra um time que se fechou bem e diminuiu nossa criação. Mas faz parte. Os seres humanos têm altos e baixos.

Postura dos atletas do Flamengo na final da Taça Rio

Mostra nossa grandeza e da instituição. Respeitamos muito os adversários. Tem que ser um bom perdedor para se tornar um grande campeão. Tem que ser algo natural cumprimentar. Nós mostramos a humildade desse elenco.

Gabigol ou Fred, quem faz mais falta?

São dois grandes jogadores. O momento do Gabi… ele é muito importante, contribui muito. O Fred chegou agora no Fluminense. A perda do Gabi é muito importante, mas quem entrar vai tentar nos ajudar.

Qual a diferença do time com Pedro ou Gabigol?

Pedro é mais finalizador, fica mais fixo. É importante que a bola chegue até ele. O Gabi se movimenta mais, busca o espaço. Os dois são muito importantes no nosso time.

Ausência de público influencia o desempenho  do time?

Pessoalmente acho que finais são jogos diferentes, que envolvem muita coisa. Nosso elenco é qualificado. Sabemos que enfrentamos um time que se fecha bem e sai no contra-ataque. Tem nos criado dificuldade, mas estamos confiantes em conquistar mais um título.

Sentimos muito a falta da torcida. Tomara que a gente possa jogar para eles novamente em breve.

Principal característica do Fluminense?

Se fecha bem e tem jogadores rápidos para sair nos contra-ataques.

Longo tempo sem jogos oficiais até a volta do Brasileiro

É um pouco difícil. Teremos um tempo para treinar, mas claro que a gente pode sentir um pouco a falta de ritmo. Mas temos que trabalhar em cima disso e podemos fazer grandes jogos-treino com nosso elenco.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
10 de Agosto de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Antônio Carlos
« Programa Anterior
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »