Esportes

Mais títulos do que derrotas! Flamengo completa um ano com Jorge Jesus no comando

Relembre a trajetória do time com o técnico português que, em pouco tempo, conquistou o Brasil, a América e a nação rubro-negra

Por Bruno Almeida

(Foto: Reprodução/Alexandre Vidal/Flamengo)

Há exatamente um ano, o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, anunciava a contratação do técnico Jorge Jesus. O português, ex-Benfica, Sporting e Al-Hilal, foi sondado no Vasco e Atlético-MG antes de acertar com o rubro-negro, mas ainda assim não era muito conhecido no Brasil. Com isso, diversos questionamentos foram feitos por parte da mídia e dos torcedores, que desacreditavam na capacidade do treinador de se adaptar no futebol brasileiro. Mas, em pouco tempo, ele mudou o estilo do time, fez a melhor campanha da história do Brasileirão dos pontos corridos e conduziu o time a se tornar o primeiro a conquistar o Campeonato Nacional e a Libertadores no mesmo ano.

Jorge Jesus sempre acompanhou o futebol do Brasil. Quando treinava em Portugal, ficava de madrugada assistindo partidas do Brasil. Além disso, já tinha treinado alguns jogadores brasileiros, como Ramires e David Luiz, então já tinha uma experiência na área. Além disso, ao chegar no Flamengo, as competições de clubes estava parado, devido à Copa América. Com isso, o técnico teve três semanas para treinar o elenco e mostrar um pouco da filosofia de jogo que queria implementar.

A estreia de Jorge Jesus pelo Flamengo foi no dia 10 de julho de 2019, com um empate em 1 a 1 contra o Athletico, fora de casa, pela Copa do Brasil. Quatro dias depois, seria a vez do primeiro jogo no Campeonato Brasileiro, sendo a primeira vitória, em uma partida que empolgou os torcedores e deu um indício de como o time jogaria. Foi a goleada de 6 a 1 contra o Goiás, com 3 gols de Arrascaeta, 2 de Gabigol e 1 de Bruno Henrique, trio que se destacaria com o treinador.

Mas, logo no começo, veio o pior momento de Jesus na trajetória pelo Flamengo. Na partida seguinte à goleada, o time foi eliminado nos pênaltis, nas quartas de final da Copa do Brasil para o Athletico, no Maracanã, após um empate em 1 a 1 no tempo normal. Depois, empatou com o Corinthians fora de casa no Brasileirão e, no meio da semana, perdeu de 2 a 0 para o Emelec, pelo confronto de ida das oitavas de final da Libertadores. O português foi muito criticado por colocar o lateral Rafinha de meia e o trabalho foi questionado por diversos setores. Esta sequência de três jogos sem vitória foi a maior do mister no comando do time.

Então, veio a arrancada. A equipe venceu o clássico contra o Botafogo por 3 a 2 no final de semana e, no dia 31 de julho, ganhou do Emelec por 2 a 0 e se classificou nos pênaltis para as quartas de final da Libertadores, apenas uma semana depois da eliminação da Copa do Brasil. No jogo seguinte, perdeu para o Bahia por 3 a 0, o que seria a última derrota por um longo período.

O Flamengo fez uma sequência de 8 vitórias consecutivas no Brasileirão, assumindo, inclusive, a liderança, posição da qual não sairia mais. Além disso, se classificou para a semifinal da Libertadores, após eliminar o Internacional com uma vitória de 2 a 0 no Maracanã e um empate em 1 a 1 em Porto Alegre. O time não chegava nessa fase da competição desde 1984.

A sequência de vitórias consecutivas terminou com um empate em casa contra o São Paulo, mas não a série invicta. O time continuou sem perder, eliminou o Grêmio na semifinal da Libertadores, após um empate fora e uma goleada de 5 a 0 no Maracanã. Então, no dia 23 de novembro, venceu o River Plate por 2 a 1, de virada, e foi campeão da Libertadores, competição que o Flamengo só tinha conquistado em 1981. No dia seguinte, após o Palmeiras perder para o Grêmio, o rubro-negro sagrou-se campeão Brasileiro.

A série invicta acabou na última rodada do Brasileirão, com uma derrota de 4 a 0 para o Santos. Ao todo, o time ficou 4 meses e 4 dias sem perder, sendo 29 jogos, com 24 vitórias e 5 empates,. O ano terminou com o vice do Mundial, após derrota de 1 a 0 na prorrogação para o Liverpool, mas 2020 começou com tudo. Jorge Jesus comandou a equipe em 12 jogos, venceu 11, empatou 1, conquistou a Supercopa do Brasil, a Recopa Sul-Americana e a Taça Guanabara, além de começar com duas vitórias na Libertadores.

Ao todo, Jorge Jesus disputou 51 jogos pelo Flamengo, com 38 vitórias, 9 empates, 4 derrotas e cinco títulos – Libertadores, Brasileiro, Supercopa do Brasil, Recopa Sul-Americana e Taça Guanabara. Além disso, conquistou a nação rubro-negra, que ecoa todos os jogos no estádio o canto “Olê, Olê, Olê, Olê, Mister, Mister”. O contrato do treinador encerra neste mês e a diretoria rubro-negra está negociando com o português uma renovação até o final de 2021.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
07 de Julho de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Francisco Barbosa
« Programa Anterior
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »