Esportes

Fluminense completa três meses de salários atrasados e clube paga um mês para Marcos Paulo e Miguel

Tricolor evita episódio de 2018, o "Caso Scarpa"

Por Beto Jr e Sergio Guimarães

Foto: Reprodução

O Fluminense completou nesta sexta-feira(06), três meses de salários atrasados para os jogadores no regime CLT, setembro, outubro e novembro. Apenas os meninos Marcos Paulo e Miguel receberam um mês de salário, o de setembro.

O clube com isso evita um novo “Caso Scarpa”. O jogador que se transferiu para o Palmeiras em 2018, depois de uma longa briga judicial entre os dois clubes e o jogador por atraso salários na época.

No meio deste ano, o Fluminense ao sofrer uma investida do Flamengo sobre o atacante Pedro, estava também devendo aos jogadores, e pagou um mês atrasado para o jogador, evitando assim que o jogador pudesse sair do clube, de acordo com a lei, quando o clube não efetua 3 meses de salários atrasados.

Marcos Paulo tem contrato com o Fluminense até 2021, e tem sido alvo de observações de representantes da Roma. Miguel tem contrato até 2022. O lateral Gilberto após o jogo contra o Fortaleza disse que o presidente do Fluminense Mário Bittencourt, prometeu pagar os atrasados aos jogadores depois do término do campeonato. Além dos jogadores, o clube deve também salários aos funcionários.

recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Janeiro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Patrulha da Cidade
« Programa Anterior
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »