Campeonato Brasileiro

Funcionários ameaçam paralisação, mas recebem resposta positiva da diretoria do Vasco

Profissionais estão perto do segundo mês de atraso salarial

Por Redação Tupi

Funcionários ameaçam greve em São Januário
Foto: GE

Momentos antes de voltar a campo pela Série B, a manhã de quinta-feira (16) foi movimentada no Vasco da Gama. Enquanto o elenco já está concentrado em Maceió, onde enfrenta o CRB, às 19h, em São Januário, os funcionários do clube ameaçaram paralisar as atividades. Por conta dos atrasos salariais, os profissionais ensaiaram a situação por volta das 06h, mas recuaram após ouvir, do departamento financeiro, a promessa que parte da dívida será quitada na próxima semana.

Os funcionários se reuniram em frente à entrada social de São Januário, onde realizaram os atos, reivindicando os direitos. Somente as cozinhas entraram para trabalhar para servir o café da manhã e o almoço para os jovens que moram no local.

No momento, o clube está perto de completar dois meses de atrasos. O último pagamento, inclusive, foi referente ao mês de junho, tendo, portanto, os débitos em relação ao mês de julho, além do mês de agosto, que ainda não venceu, o que acontece somente no dia 20 de cada mês. O dinheiro para quitar os atrasados está retido na Justiça por uma ação do Sindeclubes.

Últimos vídeos do Vascão


recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
16 de Outubro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Francisco Barbosa
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Samba Social Clube
15:00 - Show da Galera
21:00 - Botequim do Mister
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »