Campeonato Brasileiro

Gerson presta depoimento por cerca de uma hora e comenta o caso de racismo em vídeo

Ao lado de Dunshee de Abranches, jogador cita empoderamento e quer justiça sendo feita

Por Redação Tupi

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Depois do caso de racismo do último domingo (22), na vitória de 4 a 3 sobre o Bahia, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro, o volante Gerson do Flamengo prestou depoimento na manhã desta terça-feira (22) na DECRADI (Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância), no Centro do Rio. Por cerca de uma hora, ele revelou como tudo aconteceu dentro de campo.

Em um vídeo publicado nas redes sociais do clube, Gerson e o VP Rodrigo Dunshee de Abranches comentaram a situação.

“Quero deixar bem claro que não estou falando só por mim, mas também pela minha filha, que é negra, meus sobrinho, meu pai, minha mãe, amigos e todos os negros que tem no mundo sobre o fato que aconteceu: hoje, graças a Deus, eu tenho o status de jogador de futebol, onde tenho voz ativa para falar e dar força para que outras pessoas que sofrem racismo ou outros preconceitos possam falar também.” – disse Gerson.

“O Flamengo está ao lado do Gerson, assim como ao lado de outros atletas do clube. O apoiamos neste momento. Ele cumpriu seu papel de cidadão, apresentou a situação. Entregamos a situação à Justiça e esperamos que a justiça seja feita.” – declarou Dunshee.

Gerson chegou um pouco antes das 10h e foi representado pelo advogado Rômulo Holanda, enquanto o Flamengo se fez presente através do VP jurídico, Rodrigo Dunshee de Abrantes. Ele também foi intimado e ficaria responsável por apresentar imagens, vídeos e áudios como acusação.

O jogador deixou a delegacia sem conversar com a imprensa. Já Dunshee de Abranches afirmou que a explicação dos fatos se deu de maneira tranquila.

Foto: Marcos Coelho

Além da esfera cível, o Flamengo também tentará a punição de Ramirez no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva). Na ocasião, o jogador rubro-negro afirma ter ouvido as palavras “cala a boca, negro”, por parte do atleta colombiano.

Ramirez já foi afastado pelo Bahia e recebeu uma ligação, em forma de apoio e solidariedade, de Guilherme Bellintani, presidente da equipe baiana. Mano Menezes, por sua vez, fora demitido. Na última segunda-feira, a delegada Marcia Noeli informou que o jogador do Bahia, o técnico Mano Menezes e o árbitro Flavio Rodrigues de Souza também darão depoimento.

Comentários

enquete

Hoje é o dia das mães. E ai, você vai comemorar esse dia com a sua mãe?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
09 de Maio de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »