Esportes

Ídolo do Manchester United nega acusações de agressão à namorada

Ryan Giggs chegou a ser preso, mas foi solto sob fiança durante a realização de inquéritos

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução

O ex-jogador Ryan Giggs, ídolo do Manchester United, foi preso após um distúrbio em sua casa, sob suspeita de ataque contra a namorada. O técnico do País de Gales negou acusações de agressão nesta terça-feira (3).

“O senhor Giggs nega todas as alegações de agressão feitas contra ele. Ele está cooperando com a polícia e continuará a auxiliá-la com suas investigações em andamento”, disseram representantes do treinador de 46 anos.

Segundo o jornal “The Sun”, a polícia foi chamada à residência do treinador na noite de domingo. Giggs chegou a ser preso, mas foi solto sob fiança durante a realização de inquéritos, acrescentou a publicação.

As autoridades locais divulgaram nota sobre o caso: “A polícia foi chamada às 22h05 de domingo devido a relatos de um distúrbio. Um mulher de cerca de 30 anos sofreu ferimentos leves, mas não precisou de nenhum tratamento. Um homem de 46 anos foi preso devido à suspeita de agressão segundo a seção 47 e de agressão comum segundo a seção 39”.

A Associação Galesa de Futebol (FAW) comentou sobre as acusações contra Giggs. “A FAW está ciente de um suposto incidente envolvendo o técnico da seleção masculina, Ryan Giggs”, disse a entidade em um comunicado. A FAW não fará nenhum outro comentário a esta altura.”

Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
24 de Novembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Cristiano Santos
« Programa Anterior
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »