Celebridades

Ministério Público não vê indícios contra Neymar e sugere arquivamento de caso de estupro

Processo pode ser reaberto a qualquer momento, se houver diligências

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução Instagram

O Ministério Público de São Paulo pediu à Justiça o arquivamento do inquérito que investiga a acusação de estupro de Neymar Júnior feita por Najila Trindade. De acordo com as promotoras, Flávia Merlini e Estefânia Paulin, não há provas suficientes para incriminar o jogador. Há duas semanas, a delegada Juliana Lopes Bussacos, da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, afirmou não ter encontrado elementos para indiciar o atleta.

Apesar do arquivamento do processo, as promotoras destacaram que isso não quer dizer que o caso está encerrado. O processo pode ser reaberto a qualquer momento, se houver diligências.

O juiz da 12ª Vara de Violência Doméstica irá decidir pelo arquivamento do caso ou a reabertura do inquérito para novas diligências. O prazo para essa decisão é de cinco dias úteis.

A denúncia de estupro e agressão foi feita pela modelo Najila Trindade no dia 31 de maio.
Comentários
enquete

Você acha que o Flamengo embala a segunda vitória consecutiva no Carioca?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
07 de Março de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Pedro Augusto
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
11:00 - Samba Social Clube
12:00 - Bola em Jogo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »