Esportes

Neto e viúvas da tragédia da Chape se reunem em Londres e protestam contra seguradoras

Após quase três anos, indenizações não foram pagas

Por Redação Tupi

Foto: Divulgação

O zagueiro neto e as viúvas de quatro jogadores que morreram no acidente da Chapecoense se reuniram nesta segunda-feira em frente às sedes da corretora de seguros Aon e da seguradora Tokio Marine Kiln, em Londres, para protestar pela falta da indenização pela queda do avião, que vitimou 71 pessoas em 2016.

Quase três anos depois do acidente, os familiares juntaram a documentação para apontar os culpados pela tragédia e tenta, na justiça, receber a indenização.

A manifestação reuniu as viúvas de Gil, Filipe Machado, Thiego e Bruno Rangel, além do presidente da Abravic (Associação Brasileira da Vítimas do Acidente com a Chapecoense) e três advogados.

“Acreditamos que houve muitos erros na contratação dos seguros. Ainda não fomos indenizados, ofereceram uma ajuda humanitária” – disse Aline Machado, viúva de Filipe Machado.

“Essa ajuda simplesmente exclui cinco ou mais empresas responsáveis nessa sucessão de erros para que o acidente viesse a acontecer. E essa ajuda faz a gente abrir mão dos nossos direitos. É uma falsa ajuda, muito abaixo do valor da apólice. Estamos em busca da verdade e reparações” – completou Val Paiva, viúva de Gil.

A ideia da comitiva é mostrar para o mundo a injustiça e o jogo de empurra que virou o pagamento das indenizações. Um advogado da AON entrou em contato com o grupo, mas sem apresentar solução.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
17 de Fevereiro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »