Esportes

No boletim de ocorrência, mulher afirma que foi beijada à força por Milton Mendes

Treinador negou acusação e pediu demissão do São Bento no último domingo (03)

Por Redação Tupi

Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

Acusado de estupro por uma funcionária de um hotel em Sorocaba, onde morava, o técnico Milton Mendez pediu demissão do São Bento no último domingo (03). No boletim de ocorrência, ficou constatado um caso de assédio sexual. O documento, inclusive, registra o caso no artigo 213 do código penal, que trata de estupro.

O relato da vítima, que terá a identidade preservada, diz que o treinador primeiro lhe enviou um bilhete com o número do seu telefone pessoal e os dizeres “me manda mensagem para a gente sair e conversar”. Na sequencia, segundo relato da mulher, Milton Mendes teria entrado na cozinha a sua procura, quando teria dito “vim dar tchau para você”.

Ainda segundo o registro do BO, Milton Mendes teria esfregado o pênis na vítima, sendo possível a ela constatar que o órgão genital estava em ereção. A copeira diz ter empurrado o treinador, que teria insistido dizendo “só uma bitoquinha”. Afirmando ser casada e recuando, a vítima diz que o treinador acabou beijando a sua boca e deixando o local.

A vítima alega ter reportado ao seu gerente o ocorrido. Segundo ela, as câmeras do hotel registraram apenas a entrada e saída do treinador da cozinha. O gerente ainda teria chamado o treinador e questionado sobre a veracidade dos fatos contados pela copeira, mas Milton Mendes teria dito “foi apenas um abraço”.

O boletim de ocorrência foi registrado na última quinta-feira (31), dia do suposto assédio sexual, às 16h, no 2º DP de Sorocaba. A Policia Civil investiga o caso.

No último sábado (02), Milton negou que tenha assediado a funcionária do hotel em Sorocaba.

“Estou muito aborrecido, triste, mas tenho consciência que a verdade vai vir à tona. O que é mais importante é minha família” – disse o treinador.

“Não teve desentendimento nenhum, lá no hotel eu tinha uma relação boa com tudo mundo, como sempre tive. Quando ia à igreja no domingo, trazia palhas italianas e distribuía para todo mundo, dava camisas e abraçava as pessoas. Minha mulher dizia que não devia ser assim, e às tantas, uma dessas interpretou mal. Não resta nenhuma dúvida que está errado e eu não vou medir consequências, pois quando uma pessoa fala, (a outra) tem que ser ouvida do outro lado” – declarou.

recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
19 de Novembro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Mário Belisário
« Programa Anterior
06:00 - Show do Antônio Carlos
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
13:10 - Show do Pedro Augusto
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Patrulha da Cidade
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »