Esportes

Organizador do Jogo das Estrelas, Junior Coimbra detona postura do Flamengo: “Má vontade”

Filho de Zico demonstrou insatisfação com a diretoria do clube carioca. Evento não será realizado no Maracanã por conta das reformas no gramado

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução / Sportv

O calendário do futebol brasileiro só é encerrado após a realização do tradicional Jogo das Estrelas, onde Zico recebe grandes nomes do esporte para a “pelada” mais famosa do país. Diferentemente das edições anteriores, o evento ocorrerá no Estádio Luso-Brasileiro, da Portuguesa, em 2021. A mudança de local acontece por conta das reformas no gramado do Maracanã, tal fato gerou bastante polêmica nas últimas semanas, uma vez que a organização do evento alega que foi pega de surpresa.

O filho de Zico, Junior Coimbra, concedeu entrevista exclusiva à reportagem da Super Rádio Tupi neste domingo e demonstrou bastante insatisfação com a diretoria do Flamengo, que administra o Maracanã, ao lado do Fluminense. De acordo com Junior, ninguém havia falado absolutamente nada sobre o assunto. Ele ainda alega que o Maracanã autorizou a realização do evento nos primeiros meses de 2021.

“Em março, a gente já tinha avisado e conversado com o Maracanã. Tivemos o sinal verde para realizar o jogo no dia 28 de dezembro. Sempre fizemos 27 ou 28. No final de outubro, veio essa história do gramado. Ninguém tinha falado nada, pegou a gente de surpresa. Logicamente que nós tentamos através de tudo. Presidente do Flamengo, pessoas que cuidam do Maracanã. Todo esse papo foi pra entregar o Maracajá pra final do Carioca, depois foi passado que seria para a semifinal do Campeonato Carioca. O Flamengo vai jogar o Campeonato Carioca com o time reserva, fiquei sabendo que vai jogar até na Portuguesa. É um campeonato que não tem essa importância pro Flamengo”, disse.

Junior ainda fez questão de frisar que faltou boa vontade ao Flamengo. O filho do maior ídolo rubro-negro ainda criticou a forma como o clube lida com os seus grandes ídolos.

“Nos ofereceram a data do dia 18. Ou seja, as obras começariam no dia 19. No dia 24 e 25 não tem gente trabalhando, então estamos falando de oito ou nove dias de diferença. É importante gestão, mas o clube tem um simbolismo. Não é privado, é da torcida. Você tem um cara que é o maior ídolo da história do Flamengo, maior artilheiro da história do Maracanã, é um evento que ajuda muita gente, está há 18 anos no calendário da cidade, que a gente coloca 50, 60 mil pessoas. Se você for olhar e procurar as semifinais do Campeonato Carioca de 2017 até 2020, você não vai ter um público de mais de 30 mil pessoas. Se você vai jogar um campeonato inteiro no Estádio da Portuguesa com cinco mil pessoas, por que a semifinal não pode ser em Volta Redonda? Eu não acho isso uma coisa legal. Existe uma má vontade nesse assunto e acho que poderia ter sido tratado de outra forma. Nesse ano teve a marca dos 40 anos do título mundial e não teve praticamente nenhuma homenagem aos campeões mundiais. É uma coisa triste, deveria ter um cuidado maior com o ídolo do clube”, encerrou.

A 17ª edição acontecerá no Estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador, na próxima terça-feira, dia 28. Como de praxe, o Jogo dos Artistas abrirá o evento, às 18h30. O anfitrião Zico e os demais craques da bola, do passado e do presente, entrarão em campo às 20h30, logo após apresentação da bateria da União da Ilha. Já estão garantidas as presenças de ex-jogadores como Mozer, Aldair, Adílio, Tita, Carlos Alberto Santos, Luisinho, Petkovic, Léo Moura, Ronaldo Angelim, Paulo Nunes e Grafite, além do lateral Rafael, do Botafogo, e do meia Fellipe Bastos, do Goiás.

Ouça a entrevista com Junior Coimbra na íntegra:

 

Últimos vídeos do Mengão


recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
11 de Janeiro de 2022 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »