Esportes

Promotor afirma que Cristiano Ronaldo não será indiciado por estupro

Segundo a Justiça, o caso não teria mais como ser provado

Por Redação Tupi

Foto: Massimo Pinca/REUTERS

O promotor responsável pelo caso de estupro de Cristiano Ronaldo anunciou, nesta segunda-feira, que o jogador não será indiciado pelo crime. Em documento, a promotoria justifica que a acusação, que já tem 10 anos, não poderia mais ser provada. A A mulher que acusa o craque português procurou a polícia de Las Vegas em 13 de junho de 2009.

Na nota, a Justiça afirma que a mulher foi conduzida a um hospital para que pudesse ser examinada, mas recusou-se a dizer aos detetives o nome do suposto agressor ou do local onde o crime teria ocorrido. Por esse fato, as autoridades não puderam dar sequência às investigações naquele momento.

Cristiano e a mulher teriam entrado em um acordo em 2010. O que fez a Justiça não investigar o caso em 8 anos.

Comentários
enquete

Vale a pena se tornar vegetariano só para agradar o (a) parceiro (a)?
Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
21 de Setembro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Clóvis Monteiro
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
10:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Samba Social Clube
15:00 - Show da Galera
21:00 - Show de Bola
12:00 - Patrulha da Cidade
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »