Campeonato Brasileiro

Rogério Ceni reconhece críticas sobre os resultados e prega foco na Chapecoense: “Buscar a vitória para dar ânimo”

Rubro-Negro perdeu a segunda partida seguida, desta vez, para o Atlético-MG, por 2 a 1

Por Bruno Gentile

Técnico Rogério Ceni durante entrevista coletiva pelo Flamengo
(Foto: Reprodução)

Depois de perder a segunda partida consecutiva no Campeonato Brasileiro e acumular três derrotas em apenas 10 dias – para Juventude, Fluminense e, nesta quarta-feira (7), para o Atlético-MG, por 2 a 1, no Mineirão -, o Flamengo caiu para a 11ª colocação na tabela de classificação e soma 12 pontos, com dois jogos a menos na competição nacional. E o técnico Rogério Ceni reconheceu a pressão e as críticas sobre seu trabalho à frente do Rubro-Negro, após o revés diante dos mineiros.

“Compreendo todas as críticas. Entendo o torcedor sem dúvida nenhuma. Não é natural. Quando você está no Flamengo, não pode perder uma partida em dez dias, que dirá três. Os jogadores estão se empenhando ao máximo e repito: é o nono jogo que tivemos com ausências importantes para o time. Esses atletas têm se desgastado e este é um adversário duríssimo. Entendo todas as críticas, as reclamações, e sigo fazendo meu trabalho da melhor maneira que posso.”, disse o treinador, que também falou sobre o seu relacionamento com o elenco.

“Minha relação e meu trabalho com o grupo é o mesmo desde o primeiro dia e sinto o mesmo retorno. Logicamente, quem joga está um pouco mais feliz. É completamente natural. Mas a relação, o dia a dia segue normal. Todos viram a dedicação de todos pela vitória, foi um jogo muito parelho, muito próximo. Os jogadores estão se esforçando ao máximo pelas vitórias”, explicou Ceni.

Agora, já com o descontentamento da torcida e bastante pressão interna, de bastidores, o Flamengo terá de se preparar para encarar a Chapecoense, no domingo (11), às 18h15, no Maracanã, pela décima primeira rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, e precisar reencontrar o caminho dos resultados positivos para dar tranquilidade ao trabalho da comissão técnica. Nesse jogo, inclusive, Rogério Ceni poderá contar com os retornos de Gabigol e Everton Ribeiro, que atualmente estão concentrados com a Seleção Brasileira para a final da Copa América, no sábado (10), às 21h, diante da Argentina, no mesmo estádio.

Confira outros trechos da entrevista coletiva do treinador do Flamengo:

Escalação de Bruno Viana

“O Bruno vem treinando bem todos os dias. O motivo de começar com ele foi por ter uma boa condução de bola e passe entrelinhas. Além disso, queria o Rodrigo no confronto com o Hulk, e ele teve muito sucesso no primeiro tempo. Nem sempre, você está em uma noite feliz. O Bruno não esteve em uma noite tão boa, mas os gols saíram no segundo tempo, quando ele não estava em campo”

Desfalque na Libertadores

“Tenho de viver o dia a dia, jogo após jogo. Os jogos do Brasileirão são muito difíceis. Não posso falar da Libertadores sem viver o jogo do Atlético, da Chapecoense… Foi o nono jogo sem os jogadores convocados para a Seleção já faz algum tempo, o Diego infelizmente sofreu a lesão. Primeiro, vamos viver a Chapecoense, buscar a vitória para dar ânimo e observar. Temos o Piris da Motta, o Hugo, o Diego que está em uma boa recuperação”



Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
25 de Julho de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Cristiano Santos
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
08:00 - Show do Pedro Augusto
22:00 - Giro Esportivo
11:00 - Samba Social Clube
12:00 - Bola em Jogo
20:00 - Conexão Tupi
10:00 - De Frente Com Elas
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »