Esportes

Super Craques da Rádio Tupi falam sobre a expectativa para a campanha do Brasil na Copa América

Garotinho, Apolinho e Gérson também opinaram sobre a ausência de Neymar e o trabalho executado por Tite

Por Matheus Emanuel

Foto: Lucas Figueiredo / CBF

O Brasil inicia contra a Bolívia nesta sexta-feira, no Estádio do Morumbi, a caminhada em busca de seu 9º título de Copa América na história. O 4º em edições disputadas em território nacionalA seleção comandada por Tite busca se reerguer após a campanha decepcionante na Copa do Mundo de 2018, onde os brasileiros foram eliminados pela Bélgica, nas quartas de final do Mundial disputado na Rússia.

A Super Rádio Tupi possui os direitos de transmissão da Copa América de 2019 e fará uma ampla cobertura da competição realizada no Brasil. Como não poderia ser diferente, os nossos super craques da informação deram seus pitacos sobre o torneio que se inicia nesta semana. José Carlos Araújo, Apolinho e Gérson falaram sobre a expectativa para o desempenho da seleção brasileira, sobre o corte de Neymar e também deram suas respectivas opiniões sobre o trabalho de Tite à frente da seleção brasileira. Confira abaixo as declarações dos super craques da Rádio Tupi:

Expectativa para a campanha da seleção brasileira na Copa América

Garotinho crê no título da seleção brasileira e acredita que partida contra a Bolívia é fundamental para a conquista

“O Zagalo sempre disse uma coisa que eu reafirmo a cada competição mundial, o primeiro jogo é o mais importante da competição. Se o Brasil ganhar e se exibir muito bem diante da Bolívia, eu não tenho dúvida alguma que o Brasil vai chegar ao título e aí vem o apoio da torcida. Essa Copa América só vai despertar o interesse do torcedor pela amarelinha a partir do segundo jogo e muito dependente da exibição na primeira partida, o torcedor quer vitória, mas também quer exibição de gala”.

Apolinho vê o título como obrigação e afirma que a Copa América é uma competição de segunda linha

“Eu acho que o Brasil tem a obrigação de ganhar a Copa América, pois é uma competição com equipes de segunda linha. A própria Argentina que seria a nossa grande rival está com uma equipe renovada e o próprio Messi disse em entrevista para não esperar muita coisa da seleção argentina. Se não esperar muita coisa da Argentina, vai esperar de quem? O Brasil tem a obrigação de ganhar”.

Gérson afirma que o Brasil precisa ganhar a Copa América praticando um bom futebol

“Eu espero o que todo mundo espera. Ganhar a Copa jogando bem e já tendo uma base formada para a eliminatória e para a Copa do Mundo. Também não adianta ganhar a Copa América e ficar aos “trambulhões” nas eliminatórias, pois é uma Copa do Mundo efetivamente, se você não ganhar, você não entra na Copa do Mundo. Tem gente aí dentro do grupo que não vai poder chegar na Copa do Mundo por conta da idade, por competência. Tem que levar a molecada que tá aparecendo. Cadê o Dudu do Palmeiras? Quem disse que o Dudu joga tudo isso que joga no Palmeiras na seleção? Eu quero ver. E se ele jogar? Tem que botar o Everton Ribeiro, que carrega o time do Flamengo nas costas. E se carregar a seleção brasileira também? É mais um pra gente”.

O técnico Tite está na corda bamba?

Garotinho acredita que a pressão popular pode derrubar o treinador em caso de insucesso na Copa América

“O presidente da CBF, Rogério Caboclo, garantiu pro Tite que ele está mantido até a Copa de 2022 independente do resultado, mas eu já ouvi de presidentes anteriores como Ricardo Teixeira por exemplo, que prestigiaram o treinador, mas tudo sempre depende do resultado. Não há como segurar a pressão popular. Se não ganhar a Copa América, eu tenho certeza que a pressão popular vai tirar o Tite do comando da seleção brasileira”.

Apolinho gostaria que Tite fosse demitido após a Copa e afirma que o treinador não faz um bom trabalho na seleção

“Eu acho que ele deveria ter sido demitido após a Copa do Mundo de 2018 com aquele fracasso. Havia quem quisesse a demissão, mas o próprio presidente segurou. Ele sempre está na corda bamba. Fez uma convocação de uma seleção envelhecida, a defesa brasileira é praticamente geriátrica, com vários jogadores acima de 30 anos e ele acabou fazendo isso pra tentar se segurar, se o resultado for ruim, ele pode cair, o Tite não faz um bom trabalho na seleção”.

Gérson gosta do trabalho apresentado pelo técnico Tite mas afirma que ele tem que renovar a seleção

“Eu tô achando que ele faz um bom trabalho. Ele tem que renovar a seleção. Queremos deixar escrito que tem que renovar a seleção brasileira. Eu acho que a Copa América faz parte de um treinamento que começou lá atrás. Pra todas as seleções é treinamento, por que não pode ser pra seleção brasileira? O Brasileiro quer ganhar até cuspe em distância, mas tem momento pra tudo. Esse é o momento pra montar um time”.

Corte do Neymar foi benéfico para a seleção brasileira? 

Garotinho acredita que a ausência de Neymar na Copa América vai ser importante para o futebol brasileiro

“Eu acho que o corte do Neymar foi benéfico para o futebol brasileiro considerando que a gente tem atacantes muitos jovens. O Neymar acabava centralizando demais as jogadas, qual o jogador jovem não passaria a bola pro Neymar sempre que ele pedisse? Sem o Neymar, o PSG passou a render mais, isso também aconteceu lá na França. A ausência dele vai beneficiar o futebol brasileiro e o tempo vai mostrar isso”.

Apolinho crê que corte de Neymar pode ser um fator positivo para o técnico Tite

“Acho que a ausência do Neymar vai ser um fator positivo para o Tite, pois se ganhar a Copa América vai ser consagrado como um herói nacional pois ganhou sem o Neymar, se perder vai dizer que o emocional acabou interferindo nos “externos desequilibrantes” e ele não pôde utilizar substitutos a altura. Pra ele não foi tão ruim assim”.

Gérson diz que a saída de Neymar dá uma certa tranquilidade para a seleção trabalhar de forma melhor

“A presença do Neymar prejudicaria muito mais do que a ausência dele. Tem que aprender a jogar sem o Neymar. O Brasil ganhou em 1962 sem o Pelé e tinha o Amarildo, que arrebentou com os jogos. O Pelé era o Pelé, não acho que o Neymar seja o Pelé de hoje. Acho que ele trouxe muito mais problemas para a seleção do que futebol, pois não está jogando absolutamente nada. A saída dele (não por contusão, naturalmente) deu um refresco e uma tranquilidade para a seleção trabalhar melhor e mais à vontade”.

recomendadas
Comentários
enquete

Guerra das Estrelas: qual música você quer ouvir no Show do Clóvis Monteiro?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
09 de Dezembro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Antônio Carlos
« Programa Anterior
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
13:10 - Show do Pedro Augusto
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Patrulha da Cidade
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »