Conecte-se conosco

Campeonato Brasileiro

Torcidas organizadas do Vasco invadem sala da presidência do clube para fazer protestos pela má fase

Grupo entrou para cobrar Jorge Salgado pelo rendimento do time na Série B

Publicado

em

Torcidas organizadas do Vasco invadem sala da presidência do clube para protestar pela má fase na Série B
(Foto: Reprodução)
Torcidas organizadas do Vasco invadem sala da presidência do clube para protestar pela má fase na Série B

(Foto: Reprodução)

Em má fase na Série B do Campeonato Brasileiro e com incertezas sobre o trabalho do novo técnico Fernando Diniz, contratado após a saída de Lisca, o Vasco também vive momento conturbado fora das quatro linhas. Isso porque, nesta sexta-feira (10), um grupo de torcidas organizadas do Cruzmaltino foi a São Januário protestar contra os resultados ruins na Segunda Divisão e até chegaram a invadir a sala da presidência, que, no momento, encontrava-se vazia. Apesar disso, todos os presentes entoaram gritos e ofensas direcionadas ao mandatário Jorge Salgado e demais dirigentes relacionados ao departamento de futebol.

Em nota oficial divulgada pelo clube, o Gigante da Colina confirmou que as informações sobre o ocorrido são verdadeiras e os seguranças responsáveis tentaram e conseguiram evitar problemas maiores, porém, no fim, os torcedores acabaram acessando as instalações internas por meio do restaurante. No pé do comunicado, foi enfatizado que a instituição sempre esteve aberta aos diálogos, mas que, por conta da situação atual, tomará as medidas cabíveis a fim de embarreirar novos problemas e controlar melhor as entradas. Apesar de toda a confusão, não houve registros de violência ou dano ao patrimônio.

No vídeo postado pelo perfil Colina Informa, no Twitter, uns dos líderes da manifestação criticou os diretores e insinuou que os jogadores, assim como os funcionários ligados ao futebol, estariam de folga e sem trabalhar. Entretanto, o Vasco informou aos veículos de imprensa que segue a programação normal de treinos desde a derrota para o Avaí, por 3 a 1, em Santa Catarina, pela Série B. Como Lisca saiu e Fernando Diniz ainda não está no Rio, as atividades têm sido comandadas pelo auxiliar técnico Fábio Cortez e pelo preparador físico Daniel Félix.

Confira a nota oficial divulgada pelo Vasco sobre a invasão em São Januário:

“O Vasco confirma que as imagens que estão circulando na internet, de integrantes de torcidas organizadas em São Januário, são desta sexta-feira (10/09).

Houve tentativa de invasão à sede do Clube através dos portões 9, 17 e entrada social.

A segurança conseguiu intervir em diversos pontos, no entanto, os torcedores acabaram conseguindo acessar as instalações internas através do restaurante. As circunstâncias de como se deu esse acesso irregular estão sendo apuradas pelo Clube.

Os torcedores já foram retirados das instalações do Clube pela intervenção da segurança, com o apoio da Polícia Militar. Não foram registrados atos de violência nem danos ao patrimônio de São Januário.

O Vasco lamenta o incidente. A administração sempre esteve aberta ao diálogo com todos os públicos relativos ao Clube, inclusive as torcidas organizadas, as quais foram recebidas diversas vezes para reuniões, tanto em São Januário quanto no CT Moacyr Barbosa.

O Vasco da Gama vai tomar as providências cabíveis para que cenas lamentáveis como essas não se repitam”.

 

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *